Alegria, alegria

 

 

E sim, o telegrama chegou. Ueba. E na boa, eu estou muito feliz. Não só pelo fato de trocar de emprego e agora passar a fazer algo mais divertido e que eu, pelo menos teoricamente, sei fazer. Não apenas porque dei um passo importante pra caramba pra ter uma carreira profissional de verdade. Não só porque vou sair de Viçosa onde eu estava a um passo de entrar em depressão e passar a comer cacos de telha. Não apenas por causa do orgulho de ter conseguido uma coisa tão difícil. Não apenas pela felicidade de, dessa vez, não ter morrido na praia. Não apenas porque pessoas que antes nem falavam comigo agora vem me dizer que tem filhas da mesma idade que eu (ainda que isso seja bem divertido, admito). Não apenas porque deixei meus pais, tios, avós e irmãos orgulhosos. Não apenas porque poderei pagar rodadas de cervejas para meus amigos, até notar que eles só estão andando comigo por causa disso e parar. Não apenas porque, se eles pagarem o que diz no edital, eu vou me tornar um solteiro interessante e, se eu trabalhar bem, posso chegar aos 30 sendo até mesmo “bonito”. Não apenas porque eu acho que vou conseguir ter, aos 25, a vida que eu planejava ter desde criança. Não, não é apenas por isso. É por..humm…bem, era por causa dessas coisas que eu citei antes mesmo, eu me perdi no raciocínio…

Uma coisa engraçada da convocação é que eu fiquei muito feliz. Não feliz “animadinho”, feliz mesmo. Eu falo isso porque eu não sou um cara de ficar feliz, estilo felizão, alegrão, todo boboca, cheio de animação e alegria, eu sou do tipo que fica naquela felicidade “ok, deu tudo certo, mas espera a merda que vai acontecer amanhã…”, o tipo de felicidade que bem…não é lá muito feliz. E sinceramente, agora eu estou felizão. E simplesmente não consigo me lembrar de pensar na merda que evidentemente vai acontecer amanhã (porque, sério, eu sei que vai…). Eu estou, impressionantemente feliz, naquele estado de felicidade monga que te deixa com vontade de abraçar desconhecidos, beijar desconhecidas e dar tapinhas no ombro de desconhecidos que você não tem coragem de abraçar porque são estranhos e assustadores. Na verdade ontem, quando eu realmente recebi o telegrama, eu não postei nada aqui no blog porque eu estava tão feliz que simplesmente não conseguia me suportar, não conseguia nem mesmo sentar para escrever (e escrever de pé me irrita) de tão alegre, animado, eufórico, doidão de felicidade e animadão de regozijo e júbilo que eu estava. Eu estava um saco, perguntem pra Elisa, que teve o azar de estar no msn e topar comigo. Sério, estar feliz assim é ótimo, mas tem seu lado meio irritante.

Concluindo: nessa sexta eu vou, felizão, pro Rio (aquela cidade engraçada que está chegando perigosamente perto da minha amada Nova Iguaçu) fazer meus exames médicos de admissão e comprovar que eu tenho mesmo um diploma de comunicação e que tirei ele numa faculdade, ao invés de fazer um em casa usando o Corel Draw, que era a idéia original do meu pai. Torçam por mim. E não falo tanto nos exames em si, mas sim porque eu não sei me guiar no Rio e   tenho medo de entrar num ônibus na rodoviária Novo Rio, pegar no sono e acordar na frente do Clube Campo Grande, onde meus pais ainda devem 16 anuidades e o pagamento do quinhão, além de que eu acho que estou meio atrasado pro treino do time fraldinha. Torçam por mim, amiguinhos e obrigado pelo apoio durante todo esse atribulado período pelo qual eu passei. Abraço pra todo mundo. (E é sério, eu nesse momento abraçaria todos vocês. Aaaaarrrrgh,meu deus…)

P.S: Pra quem não conhece o clipe, esse é “Island in the sun”, do Weezer, na versão dirigida pelo Spike Jonze, que é (o clipe, não o Spike Jonze) a imagem máxima da felicidade fofa e grudenta. Sério, eu poderia MESMO abraçar todos vocês.

Anúncios

11 Comentários

Arquivado em Vida Pessoal

11 Respostas para “Alegria, alegria

  1. EEEEEEEEEEEEEEEEEEEE, João.
    Grande João.
    Finalmente.
    Nem foi necessário esperar até o dia 29.
    Que ótimo. Parabéns!
    Muito dinheiro, beleza, carros, diversão, ouro inshala, bitches.. todas as coisas que realmente importam.
    Vou torcer para que o seu sensor-aranha fique ativado em momento de dificulde no Rio (aquela cidade engraçada que está chegando perigosamente perto da sua amada Nova Iguaçu).
    Fico feliz por você, de verdade.
    E essa música é muito bonitinha.

  2. ThiagoFC

    Caralho, parabéns!!!

    Bicho, o Cristopher Reeve é foda mesmo!!!

    E outra coisa: “…poderei pagar rodadas de cervejas para meus amigos, até notar que eles só estão andando comigo por causa disso e parar”. Não sou seu amigo apenas por causa da cerveja, mas a aceito de bom grado! heheh

  3. Juninho

    Eu só vou andar com vc pela cerveja…

  4. Até que enfim ser seu amigo há tanto tempo vai me servir pra alguma coisa…

  5. Aê, aê, aê, parabéns, rapazinho!!! Fim da novela!! Olha, eu comentava com todo mundo o seu caso: ‘vc acredita que a Petrobrás ainda não chamou o menino do blog?? E ele passou em 8o!!’ heheh Todos estavam revoltados, mas agora todos ficarão felizes como você… ok, não exatamente da mesma forma, na verdade nem perto de sua extrema felicidade, mas enfim, você entendeu!!
    Parabéns, parabéns, parabéns, agora é só alegria! Te digo o que você certamente já sabe, e o que me disse uma vez o Bruno Rodrigues, que trabalha lá, sobre quem passa no concurso da petrobrás: sua vida, ao menos profissionalmente falando, tá resolvida!! Yey!
    Beijos!

  6. Andrey

    Sério que você me fez ir atrás de jurisprudencias, meus professores, estudar igual a um sem noçao, elaborar idéias para vir te dizer e ver que você foi convocado?!?!

    haaha…bom, obvio que é brincadeira e realmente fico feliz, cara! Merecido demais! Tomara que agora realmente seja só felicidade, “micareta” e bebida liberada! :P [cobrarei minha cerveja ;) ]

    Abraço, garoto!

  7. Uhuuuuu! Parabéns João! Espero que sua fase lá te renda muitas coisas: mulheres, carros e, principalmente, novos textos aqui pro blog e para, quem sabe, vôos maiores! Se eu morasse no Rio andaria com vc, mas não pela bebida, q eu não bebo. Só pelas mulheres mesmo!

    parabéns e boa sorte!

  8. monique

    parabéns, joão! não sou sua amiga, não vou ganhar cerveja, mas eu fiquei realmente feliz por vc!!
    =)
    depois de ler o texto ficou aquela sensação “quem sabe um dia eu tb emplaco?”, saca?
    aproveite bastante essa nova fase da sua vida.

    ps: cara, essa música é muitoo grudenta mesmo….

  9. JOÃÃÃO!
    Olha… pretendo finalizar o meu documentário inteiro na quinta. A parte escrita eu já acabei.

    Vamos comemorar! Eu fico feliz com a sua alegria. Ao contrário do que você pensa, você é também uma pessoa legal quando está feliz. aheuahueae

    Fiquei honrada de ter sido a primeira a receber a notícia. Só achei ruim de não ter visto a sua mensagem na quarta. Saí pra gravar cedo e só voltei depois das nove. Perdeu. Depois do cansaço inicial, eu resolvi saí pra beber com uma amiga e teria sido legal se você tivesse ficado. Recebeu minhas mensagens?

    Voltei só 4 da manhã pra casa. Noite bombante como nunca dantes vista. aheauheuae

    Mas eu aguento repetir a dose assim que finalizar esse filme.

    VIVA!

  10. Ana Tereza Otoni

    Parabéns!!! e quero compartilhar da cerveja tb!!!

  11. Pingback: Sobre celulares, morte e melancias «

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s