Sob o domínio do bigode

Mesmo com a morte do Michael Jackson, a contratação do Muricy Ramalho pelo Palmeiras, a CPI da Petrobras e o lançamento da última edição do Farrazine algumas pessoas, quase sempre gente implicante e sem um hobby decente, acabaram notando que tem algo de errado acontecendo com o senado. Não, não que seja nada anormal, afinal, atos secretos, nepotismo, maracutaias, pequenos desvios de verba e palhaçadinhas em geral não são exatamente novidade em Brasília, mas parece que dessa vez algumas pessoas realmente ficaram chateadas, a opinião pública acordou do lado errado da cama e pode até ser que alguém sofra alguma punição grave, como ter que trabalhar todos os três dias da semana ou até mesmo ter que assistir a um discurso inteiro do Suplicy. E por que isso, meus amigos? Terá o Brasil se revoltado com a corrupção? Terá a sociedade decidido dar um basta na fanfarronice política? Será esse um sinal de que Dunga irá colocar Gilberto Silva no banco? Não, meus amigos, nada disso. A causa de toda essa revolta é apenas e simplesmente uma: o Brasil odeia o bigode do Sarney.

Não sei se vocês notaram, mas sempre houve algo de hostil quanto ao Sarney. Não por ele ter transformado o Maranhão no…no…no Maranhão, não por ele ser um escritor terrível, não por ele representar parte do que existe de mais retrógrado e fisiológico na política brasileira. Não, nada disso. Afinal, Collor está aí presidindo CPI e todo mundo acha uma graça; Marco Maciel é eleito e reeleito sem ninguém notar desde 1966 e você não vê gente por aí reclamando; Maluf pinta e borda e todo mundo acha super-cool e até faz camisas sobre o assunto. Não, o problema não é político. Se fosse político Collor não seria menos hostilizado do que Sarney e Maluf nem poderia sair na rua com medo de ser linchado (medo que Marco Maciel não teria, afinal, é só andar de lado e ficar invisível). O problema com Sarney é estético, meus amigos.

Tente pensar no bigode de Sarney. Existe ali, ainda que muitos de nós não consigam explicar, algo de terrível, nefasto, ominoso, chego a dizer anti-democrático. O bigode de Sarney, assim como todo bigode, é mais do que uma pelugem facial, é uma declaração de princípios, afinal, o bigode é o tipo mais deliberado de barba que pode existir. Se uma barba por fazer denota descaso ou despreocupação, um cavanhaque representa uma busca de estilo e uma barba feita mostra uma preocupação com uma aparência limpa e jovial, o bigode é diferente. O bigode é premeditado, já que não toma sua forma sozinho; o bigode é exibicionista, já que domina o rosto de forma solitária; o bigode é uma espécie de release facial que dá apenas uma informação: “eu não me importo com vocês”. O bigode é desdenhoso.

Para usar um bigode um homem precisa querer afirmar seu poder, sua masculinidade. Ele precisa, deliberada e conscientemente querer mostrar alguma coisa, provar alguma coisa, exibir alguma coisa. E é isso que o Brasil não perdoa, o exibicionismo evidente do bigode de José Sarney, sua incapacidade de usar uma barba comum ou um rosto raspado, sua necessidade de envergar um bigode como prova de seu poder e de seu descaso pela nossa lei, nossa vontade, nosso dinheiro e nosso senso estético.

O povo consegue perdoar Collor e seu topete, ainda que ele tenha sumido nos últimos anos. Consegue perdoar Maluf e sua face deslavada e bem barbeada. Consegue simplesmente não ser capaz de lembrar do rosto de Marco Maciel sem usar a busca de imagens do google. Mas diante daquela espessa capa de pêlos cobrindo o lábio superior do presidente do nosso senado o Brasil diz chega, o Brasil fica indignado, o Brasil manda o ônibus parar porque alguém vai ter que descer.

A crise não vai então se resolver com CPI ou com o supremo, ou mesmo com caras pintadas e revolta popular, nem mesmo com admoestações de Lula e comentários daquelas senhoras simpáticas que iam no Jô. Não, nada disso. A crise está a apenas um barbeador de acabar. Então relaxem e vamos esperar pra ver no que a próxima vai dar.

Anúncios

9 Comentários

Arquivado em Crônicas

9 Respostas para “Sob o domínio do bigode

  1. ThiagoFC

    Ei, espera aí!!!

    O Earl, personagem do Jason Lee em “My Name is Earl” tem bigode e é legal!!!!

  2. Pra mim, o problema não é bigode… Por favor, se vai falar de crise política, fale sério!

    O problema é o nome Sarney… Ninguém pode ter um nome de família igual a Sarney impunemente!

    A crise vem do fato do nome não ser sonoro! É feio! Sarney… Dá pra fazer trocadilhos fracos!

    Esqueça o bigode, isso é procurar “Sarney” pra se coçar.

    Viu? Trocadilho ruim… É a crise da infâmia!

  3. ‘o bigode é uma espécie de release facial que dá apenas uma informação: “eu não me importo com vocês”. O bigode é desdenhoso’; ‘eu tentando imitar o veríssimo sem sucesso’… hahahha, você é muito bom!

  4. sabe, por algum motivo que não sei bem explicar, sempre achei a fisionomia do Sarney parecida com a máscara do Darth Vader. Acho que é mais por isso q pelo bigode; afinal, o Seu Madruga, além do Earl, tb usava bigode.

  5. ahuehauheua… Texto excelente. Eu ri muito do Marco Maciel andando de lado pra ficar invisível.

    Particularmente, eu gosto de bigodes. Mas isso é só a minha raiva dessa nova moda de homem com traços andrógenos.

    • acho que você é a primeira criatura do sexo feminino dentro do meu universo de alcance que diz gostar de bigode. Como é que pode?
      Segundo a minha irmã, bigode é o tipo de coisa que um homem só usa qdo seu amor pelas mulheres foi suplantado pelo seu gosto por seriados norte-americanos dos anos 30

  6. ana tereza

    ainda gosto do seu madruga e ainda acredito que o Brasil vai se livrar desses politicos safados….e sou brasileira e não desisto nunca, mas já estou ficando cansada.

  7. Juninho

    Eu odeio bigodes, cara!

    Odeio tanto bigodes, quanto chapéu de cowboy…

  8. Hahahahaha! O Maicou tem que ler isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s