Top 5 – Grandes lições aprendidas com o Yuri

Yuri

Como boa parte de vocês sabe, eu tenho um grande amigo chamado Yuri. Na verdade mais do que um amigo Yuri é quase um irmão. Na verdade mais do que um irmão Yuri é um irmão mais velho, uma figura de referência. Quer dizer, na verdade mais do que um irmão mais velho Yuri é um guru, um cara a quem eu recorro quando surgem dúvidas filosóficas realmente importantes em minha vida (“não existe ‘quina pra nada’ em pôquer, certo?”) e com cuja sabedoria e supervisão eu sei que sempre posso contar. Na verdade mais do que uma figura de referência, um guru, Yuri é…é…é, um guru que usa camisas do Olodum mesmo sendo fã de Metallica. E nada melhor na véspera do aniversário desse grande amigo do que compartilhar com vocês algumas das grandes lições e orientações de vida que eu recebi dele durante esses mais de dez anos de amizade. Parabéns Yuri, feliz aniversário, boa sorte com esses 25 anos.

Não existe mulher impossível, existe cantada ruim” – Com essa frase Yuri tenta nos demonstrar que todo e qualquer objetivo é atingível se abordado da forma certa e com o nível de esforço necessário. Mais do que dizer que sim, dá pra ficar com a mulher que você quiser se você souber atingir o nível de exigência dela (algumas podem exigir que você nasça de novo, mas bah, se o Mario e o Luigi fazem isso direto, por que não você?), a mensagem central é de que tudo é possível, sonhos existem para ser sonhados e as únicas coisas que limitam um homem são os limites que ele mesmo se impõe. E claro, dá pra ficar com qualquer mulher se você souber chegar do jeito certo. Quer dizer, ao menos pro Yuri dá, eu sinceramente nunca acreditei nesse papo.

“Você nunca está velho demais para o carnaval de Rio Branco” – Mais uma vez Yuri usa de uma metáfora simples para nos dizer que nunca é tarde demais para nada. Não, com isso ele evidentemente não quis dizer apenas que nós não devemos nos sentir ridículos por estarmos aos 25 anos sentados numa praça aproveitando um carnaval em que todo mundo parece ter 19, que deveríamos repensar nosso conceito de maturidade depois de gastarmos horas dizendo “Ei, você conhece o Bruno?” ou mesmo de incentivarmos o John a abordar mulheres enquanto dança com uma latinha de cerveja na cabeça. Não, nada disso. Yuri quer nos mostrar que a juventude de que precisamos existe em nossos corações, em nossas mentes e isso não tem nenhuma relação com o fato de que a viagem para Rio Branco é mais barata e por isso sobra mais dinheiro pra bebida.

“Nós não batemos. O Gol preto é que nos cortou” – Com essa frase Yuri nos ensina não apenas que se deve mentir pro pessoal do seguro quando necessário como também que se culpar não leva a nada nessa vida. Pra que acumular nas suas costas tanta culpa e tanto peso que evidentemente não vão acrescentar nada ao seu aprendizado e ao seu crescimento como ser humano? Não deu certo? Deu merda?  Fodeu tudo? Você saiu dirigindo bêbado logo na saída do JF Folia,colocou 200 km/h numa reta de 500 m, entrou em cheio na rotatória e agora tem um cara de bicicleta te dizendo que ta vazando óleo? Relaxa, foi culpa do maldito cara do Gol Preto que cortou a gente. Filho da mãe! E disso se tira, é claro, outra lição, a de que a trajetória circular diante de uma rotatória não é uma regra, apenas uma sugestão bem embasada.

“Ei, esse whisky é legítimo, estou te falando” – Com esta declaração, dada diante da garrafa de uma bebida de cor âmbar em cujo rótulo se lia “Hecho en La Estrada del camiño de Asunción, Escotchia”, Yuri nos demonstra que acima de tudo é preciso acreditar. Acreditar que a Escócia agora fica ali perto do Uruguai, acreditar que aquela festa no Sítio do Vicentão ia mesmo ser legal, acreditar que nunca iríamos apanhar naquela festa de quinze anos, acreditar que aquela bola que o Ramos chutou iria mesmo pra fora. Sim, Yuri tal qual um Obama de outra cor, outro peso, outra religião, outra nacionalidade e…bem, tal qual um Obama que não se parece em nada com o Obama, diz que acima de tudo devemos acreditar.

“Qualquer coisa se torna comestível com a quantidade certa de parmesão” – Com essa frase Yuri nos mostra que não sabe cozinhar. E que consegue dizer coisas muito esquisitonas de vez em quando, se você for parar pra pensar…

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em Sem Categoria

8 Respostas para “Top 5 – Grandes lições aprendidas com o Yuri

  1. hahaha, em suma, yuri é um cara legal! parabéms, pessoa!

    e eu devia ser simpática e deixar o homenageado comentar primeiro, mas… não serei e vou comentar agora mesmo!

    e o prêmio do post vai para… “trajetória circular diante de uma rotatória não é uma regra, apenas uma sugestão bem embasada.”

  2. monique

    concordo com a máxima do parmesão… posso dizer diante das habilidades culinárias da minha mãe o parmesão é uma grande aliado contra a inanição.

    quanto às lições restantes… bem… yuri deve ser um cara peculiar, né? “um guru que usa camisas do Olodum mesmo sendo fã de Metallica.”

    • monique

      Ah! Parabéns, Yuri!!
      ;-)

      tomara que o João te ligue com mais frequência (ou pelo menos pra desejar feliz aniversário) [/pentelha]

  3. ana tereza

    parabéns yuri! quero bolo e cerveja!rs

    ah melhor é a do parmesão!

    adorei a homenagem joão.

  4. Juninho

    Você esqueceu da grande lição que o Yuri nos dá colocando a culpa de tudo nos próprios joelhos…

    “Não dá pra ir na pelada, meu joelho dói…” “Não vou no gordo hoje, meu joelho tá doendo…” “Posso te pagar semana que vem? É que meu joelho tá doendo…”

  5. ThiagoFC

    Lembro da história da tal festa de 15 anos… Poderia render uma pornô-chanchada-adolescente, ao melhor estilo de Porky’s.

    E parabéns ao Yuri!

  6. Que legal… Fui homenageado, mas mesmo assim me senti meio diminuído… Eu sou uma pessoa estranha.

    Obrigado! Eu acho…

  7. Yuri é então seu amigo invejado, e todos os seus leitores agora gostariam de ter Yuri como amigo também. “um guru que usa camisas do Olodum mesmo sendo fã de Metallica” + essa foto do barbudo define tãããããão bem a personalidade! yuri é um cara legal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s