Primeiras conclusões sobre atitudes nerds no ambiente de trabalho

Interromper uma discussão de trabalho dizendo que argumentar sobre aquilo é tão sem sentido quanto discutir se Han Solo realmente atirou primeiro pode confundir os participantes e não causar uma boa impressão sobre você.

Evite colocar aquela imagem da Tropa dos Lanternas Verdes como proteção de tela no seu computador.

Não use a caneta sinalizadora como um sabre de luz durante as apresentações. Sério, é complicado, mas você consegue.

Não comece reuniões com a frase “Houston, temos um problema”.

Quando perguntarem o que a sua equipe vai fazer no projeto tal não diga que “vamos fazer o que fazemos todas as noites…tentar dominar o mundo!”

Quando seu computador travar e você perder tudo que estava nele por não ter feito um back up, jamais grite “Khaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaannnnnnnnnnnnnnnnnnnn!”.

Quando entrar no elevador não diga “dois pra subir, Scotty”. Ascensoristas fãs de Star Trek são cada dia mais raros.

Imitar a voz do Darth Vader ao telefone costuma confundir as telefonistas, então evite isso também. E nunca, nunca termine uma reunião de feedback contando ao seu coordenador que você é o pai dele.

As pessoas do escritório não conhecem Star Wars o bastante pra reconhecer a sua comparação do seu colega de trabalho com o R2-D2, mas seu chefe conhece o bastante de cultura pop pra perceber que a Marcha Imperial tocou quando ele entrou na sala de reuniões.

Não, ninguém viu o episódio de ontem de “The Big Bang Theory”, aceite isso.

Não ache que por existir outro cara na sua gerência que goste de quadrinhos vocês vão ser amigos. Ele provavelmente é um fã hardcore de mangá, vai discutir contigo porque você disse que não gostava de Naruto e vocês vão rapidamente se tornar inimigos mortais. E ele não vai pegar mais leve contigo por ter 25 anos de empresa a mais do que você.

Ninguém vai sacar a piada quando você começar a responder “ 42” diante de todas as perguntas complicadas que te fizerem.

Se você disser que precisa de um acelerador de partículas a secretária realmente vai tentar pedir isso pro setor técnico e em dois meses vai aparecer um gerente na sua mesa perguntando se você tem uma marca predileta. Mas uma hora isso vai chegar em alguém com acesso ao google e você vai ter problemas.

11 Comentários

Arquivado em Desocupações, Mundo (Su)Real, trabalho

11 Respostas para “Primeiras conclusões sobre atitudes nerds no ambiente de trabalho

  1. Hugo Tatu Lemos

    Fique tranquilo que não farei nada disso, afinal seria necessário que eu tivesse um emprego.

  2. sheila

    haha entendi quase tudo, menos a do khaaaaaaaannnnn ( e olha que, há, bem, eu não vi Star Wars. Eu sei, eu sei, mas não vi mesmo. Nenhum.)

  3. sheila

    no meu trabalho é todo mundo nerd. a gente sempre comenta os episódios do Big Bang. É a primeira tarefa das quartas-feiras, e o bom é que rouba tipo uma hora do horário do expediente.

  4. Marília

    O que eu acho triste é ficar orgulhosa de mim mesma por ter entendido quase tudo. Mentira, só fico orgulhosa mesmo.

  5. Thiago Locutor

    E eu entendi tudo!

  6. fora o esquema dos lanternas verdes, que eu nunca entendi bem, o resto me deu nostalgia. khaaaan

  7. eba, também sou nerd, entendi quase tudo que nem todo mundo! e veja bem a mudança de paradigma, a gente se sente mal se não entende referências nerds! what a wonderful world! e viva ‘the big bang theory’!

  8. Eu só queria dizer que eu já assisti todos os filmes de Star Wars e que já assisti até o último episódio exibido de The Big Bang Theroy.

    É, eu gosto…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s