5 sinais de que você pode estar bobamente afim de alguém

Você acha tudo que ela faz muito legal: Uma das primeiras coisas que você vai notar quando ficar bobamente afim de alguém é que aquela pessoa se tornou basicamente uma das mais legais no universo, ao menos na sua opinião. As piadas dela são as mais engraçadas, o sorriso dela é o mais bonito, as músicas que ela menciona são as mais legais, os medos dela são os mais fofinhos do mundo e a taxidermia que ela pratica é o hobby mais instigante e menos assustador e mórbido que existe sobre a face da terra. Você vai notar que seus conceitos e escalas começam a sutilmente se flexibilizar pra que ela se torne cada vez mais interessante e tudo que ela propõe ou comenta se torne super-hiper-giga-boga divertido de forma a que uma simples conversa boba com ela se torna um mega-evento cheio de graça e magia que você realmente não entende como ainda não foi comprado pela FOX ou pela Universal pra passar no horário nobre agora que ER acabou.

O relacionamento entre vocês dois se passa basicamente na sua cabeça: Outra coisa que você nota quando está neste nível de bobeira é uma sutil discrepância entre o que realmente acontece entre vocês (quase sempre nada ou muito pouco) e o que se passa na sua cabeça. Não, não falo de sentimentos recíprocos, porque nessa fase você nem sabe direito se ela tem sentimentos por você além de algo como “eu emprestaria um cd pra ele, se ele pedisse educadamente e eu não gostasse muito do cd”, mas sim de realmente ter uma atividade mental referente a ela que supera em muito a interação real entre vocês dois. Você está longe de estar obcecado ou pode dizer que pensa nela o tempo todo, mas digamos que pra cada dez minutos de contato real entre vocês existem ao menos duas horas de imaginação/reflexão/avaliação sobre o tema, o que faz com que você resida, ao menos emocionalmente, no fantástico mundo de Bob, mas sem a hora do cafuné.

Você fala dela sem nenhuma razão: Mais um traço comum é a necessidade de comentar sobre o tema com pessoas que não tem o menor interesse no assunto ou que simplesmente não vão entender nada, além de fazer isso em momentos absolutamente sem sentido. Por exemplo, comentar com o pipoqueiro que fica em frente ao seu trabalho como ela é ótima com referências de cultura pop (ao que ele retruca com um “quer mais queijinho então?”), tentar explicar para o seu irmão como ela é engraçada (“ok, ok, mas dá pra montar logo esse maldito time? eu quero começar a jogar, porra…”) ou comentar com a sua colega de trabalho um filme que ela disse ter visto (“ah…tipo…te apóio total…cadê o grampeador?”).

Ela ganhou uma trilha sonora: Você começa a associá-la com músicas, o que faz com que, sei lá, cerca de 20% do seu mp3 player te faça lembrar dela e ficar olhando para o ar com cara de bobo, perdendo a estação e tendo que pegar o metrô de volta no sentido zona norte, que é bem mais cheio e proporciona aquela viagem imprensado na porta e tendo que se desviar pra não ser jogado pra fora do vagão em cada estação. E isso não vale apenas para músicas, você começa a associar ela a outros conceitos até chegar num nível em que ela possui referências em diversas partes da sua vida e até a compra de um pote de aspargos vai acabar te fazendo pensar nela. Nela e em coalas, mas isso é uma associação bizarra que só você faz mesmo.

Você dá bandeira sem notar: Mais um sintoma é a total incapacidade de agir naturalmente e não dar bandeira. Você pensa em dizer uma coisa, aí nota que iria soar estranho, aí muda, percebe que iria soar como uma cantada, altera algumas coisas, percebe que não fez muito sentido, altera mais um pouco e ao final de 12 minutos você conseguiu uma frase do quilate de “ah casa babá ueba pantufa Jaques give it away tia do bátima” que não só não diz nada como te faz parecer absolutamente retardado. E claro, existem as outras pequenas bandeiras como um comentário mais besta, escrever o nome dela no bloquinho enquanto fala ao telefone, escrever histórias em que personagens tem o nome dela ou aparecer na porta da casa dos pais dela usando uma sunga preta e óculos escuros, levando uma garrafa de vinho e uma colher de pau. Mas essa última parte é totalmente psicótica, nunca passou pela sua cabeça e você só mencionou porque ouviu uma história muito engraçada sobre o assunto essa semana, mas não quer citar nomes para não envergonhar pessoas.

Anúncios

11 Comentários

Arquivado em Crônicas, Top, Vida Pessoal

11 Respostas para “5 sinais de que você pode estar bobamente afim de alguém

  1. ThiagoFC

    Putz, e o pior é que acho que já cumpri os 5 itens da lista…

  2. erica l.

    Sooo true! E ‘eu emprestaria um cd pra ele, se ele pedisse educadamente e eu não gostasse muito do cd’ foi demais!!
    haha, lembrei de uma vez que eu peguei uma lapiseira emprestada de um ser por quem eu estava bobamente apaixonada, e ele pegou a minha. Aí eu, retardada, passei perfume na lapiseira antes de devolver! haahahaha, essa é quase como a frase ‘ah casa babá ueba pantufa Jaques give it away tia do bátima’… tipos… wtf eu tava pensando???

  3. Pingback: Tweets that mention 5 sinais de que você pode estar bobamente afim de alguém « Wrapped Up in Books -- Topsy.com

  4. Ooooooooooooooun!!!! Que post mais acompanhado de sorrisinhos de Charlie Brown quando vê a garotinha ruiva!!!!

    Assim como o Coelho, eu também já cumpri os cinco itens da lista nas paixonites do meu passado (acrescidos, é claro, de descobrir o signo da pessoa para saber se combinamos e ler o horóscopo dele quando foi ler o meu).

    Só que, no mais recente (e definitivo, se Deus quiser) caso, dei bandeira pra caralho e todo mundo percebeu, menos ele. Dizem que foi recíproco, mas também não percebi. O que nos levou à clássica situação pré-adolescente de um amigo em comum ficar falando bem dele pra mim e vice-versa, até marcar um encontro em que praticamente nos jogou um em cima do outro.
    Ridículo, porém funcional, lá se vão dois anos…

  5. C

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
    eu estou rindo absurda e incontrolavelmente…
    é sério, e é tudo muito verdadeiro, coisas que acontecem sem que se torne perceptível por nós…

  6. Kaká

    kkkkkkkkkkk! Vc descreveu muito bem e de maneira muito engraçada quão bobos a paixão nos faz ficar.
    Cuidado, heim?! Vc está entendendo d+ sobre esses sentimentos. Bjssss

  7. Andrey Brugger

    Sei bem como é!

  8. Fabinho

    Essas ‘garotinhas ruivas’ nos dão os momentos dos quais lembramos nos dias e anos seguintes. Bonito, engraçado, triste e bonito de novo.

  9. Juninho

    Mais um post bonitinho!

    Como você tá fofinho, jão!

  10. adorei esse texto!
    eu também já cumpri todos esses itens, verificando o horóscopo e tal, mas não deu certo…
    é a vida!

  11. alice

    que fofura… to com um sorrisinho idiota aqui :)

    essa da horoscopo é bem verdade… e ver se o sobrenome combina? ahahahah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s