Minhas referências icônicas de romance (1 de 5)

O momento: O beijo da Times Square

O contexto: Alfred Eisenstaedt, no dia 14 de agosto de 1945, durante as comemorações do “V-J Day”, o dia da vitória contra o Japão na 2ª Guerra (sim, os nazistas perderam, melhor esconder as bandeiras e as fotos do führer, Hans) consegue fotografar um beijo entre um marinheiro e uma enfermeira (ou uma garota que gosta muito de se vestir de branco) em plena Times Square e tem sua foto publicada na revista Life, criando uma das mais icônicas imagens do século XX ao lado de Paul McCartney cantando Yesterday, o cara na frente do tanque na Praça da Paz Celestial e o João Paulo da minha turma perdendo aqueles três pênaltis no campeonato de futebol da quinta série. Filho da mãe…

Porque é icônico: Existem várias versões para a cena da foto. Enquanto alguns dizem que se trata de um reencontro (o marinheiro teria ido para a guerra e ao voltar conseguiu, numa avenida lotada de uma cidade lotada, reencontrar o amor que havia deixado em solo americano) outros garantem que o casal nunca tinha se visto antes (o marinheiro teria ido para a guerra e ao voltar conseguiu, numa avenida lotada de uma cidade lotada, beijar a primeira garota que passou pela frente. Coloque Chiclete com Banana ao fundo e está inventada a micareta). De qualquer forma a imagem é icônica em termos de romantismo: ou ela representa o amor como um porto seguro pra onde você pode voltar independente do quão longe você tenha ido (“Inglorious Basterds” encontra “Sleepless in Seattle”, vamos dizer assim) ou então ela diz que, bem, ok, não tá rolando um sentimento mas pelo menos com esse papinho de voltar da guerra eu consegui sair na capa do jornal pagando de pegador. Massa, véi.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em citações, romantismo desperdiçado

4 Respostas para “Minhas referências icônicas de romance (1 de 5)

  1. ThiagoFC

    Acho que eles nunca tinham se visto antes disso, e também não trocaram telefones para combinar de ver um cineminha no sábado. Tenho a impressão de já ter visto uma reportagem mostrando isso. (Mas eu rachei de rir com o lance de inventar a micareta…. hehe)

    E pobre João Paulo…

    Outra coisa: viu o remake dessa cena em Watchmen? Massa, véi!

  2. Juninho

    “Sou um peixinho fora d’água sem você…”

  3. Elisa

    ArerêÊêÊê… Pelo grupinho de amigas enfermeiras rindo lá atrás, micareta na certa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s