Coisas que me fazem ficar feliz por estar solteiro #212 e #213

#212: Carnaval com namorada – Podem me chamar de quadrado ou retrógrado, mas eu sou da opinião de que existem certas épocas do ano e certos tipos de evento que não foram exatamente feitos ou projetados para casais. Cinema? Ok, coisa pra casal. Shows? Ok, coisa pra casal. Carnaval? Nem tanto. Micareta? Não, não, não! Sabe a sensação que você imaginava que o John Wayne tinha quando conduzia uma diligência pelo meio de uma tribo de índios famintos e hostis? É mais ou menos assim que um cara, por mais seguro e menos ciumento que seja, se sente ao passear com a namorada pelo meio de um bloco ou uma micareta. Eles são bárbaros, eles são sujos, eles não tem princípios e eles não prestam, basicamente tudo aquilo que você se lembra de ser quando era solteiro. Então conduzir sua namorada em segurança pelo meio deles se torna uma missa complexa e épica, que requer toda a sua atenção e seriedade para que você não comece a jornada de mãos dadas com uma morena de cabelos cacheados e termine do outro lado da festa segurando pela mão um segurança chamado Antônio e que parece estar muito mais feliz do que deveria.

#213: Discussões de casal – Eu quase nunca entendo nada durante discussões de casal. Sério, sério mesmo. Mesmo no tempo em que eu namorava e estava totalmente adaptado e praticando constantemente o conceito eu simplesmente era incapaz de compreender os motivos, processar os argumentos ou mesmo, em vários instantes, notar que realmente existia uma briga acontecendo. Quase sempre era tudo súbito, meio descoordenado e totalmente incompreensível, como se eu entrasse num cinema polonês do meio de uma sessão dublada de Dogville e o cara da poltrona da frente tivesse um black power enorme que tapasse metade da tela. “Eu estou errado? Ela está errada? E se ela está errada, porque sou eu que tenho que pedir desculpas? E como assim pedir desculpas não adianta? O que adianta então? E por que você tem uma faca?”, esse tipo de sequência de informações é extremamente complexa pra mim, já que é o tipo de contexto em que até mesmo concordar com a outra pessoa desencadeia uma briga e frases como “não fica nervoso, sério. não fica nervoso…não fica nervoso!!!!” começam a surgir, deixando tudo absolutamente incompreensível. E claro, se depois de tudo resolvido você disser algo do tipo “viu, a gente não precisava ter brigado…” ela vai dizer “mas quem estava brigando aqui?!” e vai começar tudo de novo.

Anúncios

9 Comentários

Arquivado em Mundo (Su)Real, Vida Pessoal

9 Respostas para “Coisas que me fazem ficar feliz por estar solteiro #212 e #213

  1. erica l.

    po, cara, não leve sua namorada na micareta, simples assim! =D
    já as discussões de casal, infelizmente, não contam com uma solução tão simples…

  2. erica l., o problema é convencer a namorada de que micareta não é um lugar legal e que com exceção dela mais ninguém vai lá só para curtir a música.

    Até hoje não consegui entender o motivo de uma briga sequer que tive, isso sem falar que mulher tem uma memória de elefante. Tudo o que você disse na primeira briga foi decorado por ela, e mesmo que ela já tenha falado que o problema foi resolvido, ele sempre voltará a tona na próxima briga.

    • hum… então arrume uma namorada com um gosto musical melhor! =D
      soluções simples para problemas complexos! heh

      • João Baldi Jr.

        Ressaltando que é apenas um exemplo teórico baseado na situação que eu vi um cara passando num bloco aqui no Rio. Acho que as chances de que role algo entre eu e Gilmelândia são bem pequenas.

  3. Só pedir desculpa não adianta… umas mil desculpas, talvez (que cruel).

    Adorei a frase da camisa hahahahaha… é verdade.

  4. ThiagoFC

    Brigas são mesmo um saco, invariavelmente.

    E nem sempre shows são ambientes adequados a um casal. Quer dizer, em algumas coisas o gosto musical até pode conferir, mas sempre pode haver aquele momento em que você quer ir ao Iron Maiden, mas ela prefere ouvir música gospel.

  5. Fran

    Por essas e outras que a vida de solteiro tem muito mais vantagens…
    Mas eu não iria numa micareta, nem desacompanhada!
    E detesto discutir a relação!
    Bom, eu não sou um exemplo muito comum de mulher ne?
    bjs

  6. Juninho

    Micareta definitivamente é coisa de solteiro!

    E discutir relação ou qualquer outra coisa é a pior coisa das piores coisas do mundo…

  7. anaspol

    Tags aleatórias me trouxeram até aqui.

    Mas não pude deixar de notar “tribo de índios famintos e hostis” serem “bárbaros, eles são sujos, eles não tem princípios e eles não prestam”

    Xuxa much??

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s