“Interlúdio #11 – O que você quer?”

“O problema é que você não sabe o que você quer. É exatamente esse o problema. Você não tem a mais mísera e remota idéia do que você quer da vida, do trabalho, das pessoas e por isso não tem a menor idéia do que você quer de mim. Você não tem padrões, entende? Por isso você nunca está satisfeito. Você não sabe o que é bom, o que é ruim, o que te deixa bem, o que te deixa mal. Não sabe se é um cara legal ou um canalha. Você não sabe como dizer as coisas, não sabe quando como e nem porque cobrar. É impossível te deixar satisfeito se você não se decide. E eu tento, sério, eu tenho tentado. Desde que você está aqui eu tenho tentado, mas nada te agrada, nada te conquista, nada te comove. Eu tentei ser a garotinha dos seus sonhos de garoto, a mulher dos seus sonhos de adolescente, eu tentei te dar atenção, não te dar atenção, partir seu coração, colar seu coração de volta, simplesmente ignorar seu coração. Você não sabe o que quer. E quando você acha que sabe o que quer, você sempre quer algo que não faz sentido, já notou? O inviável, o impossível, aquilo que você sabe que não pode ter, só pra poder continuar reclamando de não ter conseguido. Você não fala, você não se expõe, você não diz o que quer e a culpa é minha por não saber? Ou você quer tudo ao mesmo tempo ou você não quer nada. Como eu posso ser assim? Me diz, me explica? Só uma vez, me diz exatamente o que você quer?”

“Eu…bem…bem…então…eu não vou mais cancelar o Bob’s Picanha e eu aceito o… extra de queijo… Apenas pare de gritar, eu estou ficando constrangido…por favor…”

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em Mundo (Su)Real, romantismo desperdiçado, Sem Categoria

10 Respostas para ““Interlúdio #11 – O que você quer?”

  1. Acho que já falei algo parecido pra um dos meus ex-amores. E a resposta dele foi parecida com essa aí também….huahuahua

  2. pelas tags eu já imaginava o final da conversa. hahaha.

  3. Josy

    Rs… Imagine se tivesse fazendo um pedido no Spoleto!

    Ah, primeira vez que passo por aqui e gostei ;-)

  4. são exatamente caras assim que geralmente apaixonam a gente.

  5. Hahuahauhauha… Acho que sou o cara dessa história.

  6. Juninho

    Eu acho que as tag`s deviam ser lidas só no final pra não perder o “tchan” do texto.

  7. ThiagoFC

    Realmente: as tags são um baita spoiler (e é o tipo de texto que seria mais engraçado sem adivinhar o final).

  8. ana tereza otoni cardoso da silva

    já ouvi tanto isso….hahahaha

  9. Eu nunca leio tags antes do texto. Na verdade eu nem lembro disso..

  10. laura

    Essa sou eu. Nunca digo o que quero, parece que deixo como prova para adivinharem.
    Só tive namorado que gostava de discutir a relação e me prensar desse jeito, “o que vc quer?”
    Agora namoro um caladão, parecido comigo. Realmente não sei o que eu quero, não sei que tipo é melhor, ou pior! rss
    De qualquer forma to provando do próprio veneno.
    Até agora tá muito bom, tomara que continue assim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s