Top 5 – Problemas de se tornar o último solteiro do grupo

A surpresa: Uma noite você está com vários amigos solteiros, fazendo coisas de solteiros em lugares de solteiros como, sei lá, ir pra um bar dizer pra garotas que elas deveriam te beijar porque você está com uma doença degenerativa muito grave que só te dá mais 3 horas de vida. (“Ah, e meu relógio está atrasado, meu deus!”) E logo depois, na semana seguinte, você tenta telefonar pros seus amigos e um diz que tem um ensaio de batizado, o outro diz que parou de beber e um terceiro diz que vai sair pra uma noite de vinhos e queijos. Aí você nota que casais são como gremlins, eles parecem fofos, você anda com eles, mas um dia um deles se molha após as 22:00 e tudo que você vê são casais ao seu lado. Engraçado, mas de modo algum civilizado.

O abandono: Se para um casal apaixonado bastam um e o outro (óun), um solteiro depende de toda uma rede social de contatos, amizades, wingmen, informantes e consultores. Mais do que uma atividade solitária, estar solteiro é uma atividade social que exige toda uma logística e todo um suporte que claramente ficam prejudicados quando todo o seu grupo de apoio simplesmente decide debandar e assumir relacionamentos, sem a menor consideração pelo vácuo que isso vai deixar na sua vida. Então depois, quando você começa a sair aos finais de semana para beber com um amigo imaginário chamado Steve, que gosta de contar piadas de comunista e cuja música favorita é Baby’s got back, as pessoas não tem a menor razão em chamar você de maluco.

A felicidade lisérgica: Pessoas apaixonadas são muito, mas muito, mas muito sorridentes. Eu posso dizer, com segurança, que no último feriado eu vi mais dentes do que vários dentistas profissionais com mais de 20 ou 25 anos de experiência já devem ter visto e ainda que isso seja uma coisa legal, porque eu sinceramente fico feliz pelos meus amigos apaixonados (exceto quando eles cantam Bon Jovi, começam o lance do “desliga você”, “ah, não, desliga você” ou usam apelidos carinhosos como “pupuzinha do papai”) isso é um pouco chato porque quase sempre te torna o ranzinza, o chato, o reclamão do grupo. O carro bate, o hotel pega fogo, existem tubarões no mar, a cidade é invadida por um homem gigante vestido de lagarto segurando uma baguete de plutônio e tudo que eles conseguem dizer é “nossa, amor, que pôr-do-sol lindo, não é, fofuchinha?” sobrando sempre pra você a tarefa de dizer que tem algo de errado acontecendo. É uma baguete de plutônio, pelo amor de deus!

A pressão: Uma coisa que você descobre quando se torna o último solteiro de um grupo é que existe uma grande pressão para que você mude de status, seja achando uma namorada (o que fecharia o grupo só em casais) ou morrendo (o que fecharia o grupo só em casais e possivelmente facilitaria a divisão dos taxis na hora de sair). Tal qual um cadáver resultante de uma vendetta mafiosa ou a coleção de pornô de um recém-casado, começarão as tentativas de desovar você pra qualquer lado possível, assim como uma pressão pra que você leve qualquer relacionamento seu mais a sério, desde seu relacionamento com alguma garota até seu cartão de milhagem.

A paranóia: Mesmo que seja uma decisão totalmente voluntária da sua parte, sempre que todo mundo está namorando e você não, acabam vindo a sua mente perguntas do tipo “por que só eu estou solteiro? qual o motivo? eu tenho algum problema?”. E ainda que em certos casos (como o meu, por exemplo) as respostas sejam claras , esse tipo de pergunta sempre acaba minando parte da sua confiança e te deixando na paranóia de que você está sozinho por algum tipo de razão ou problema que você tenha. O que, ainda que seja a mais pura e absoluta verdade, não deixa de ser um troço chato pra se pensar.

Anúncios

32 Comentários

Arquivado em Desocupações, Sem Categoria, Top, Vida Pessoal

32 Respostas para “Top 5 – Problemas de se tornar o último solteiro do grupo

  1. Josy

    E se aparecer o Fred Kruger na mesa do bar, vão dizer que é um cara legal e incentivar um relacionamento com ele e se eu disser que o Fred é meio estranho, ainda vão dizer que eu coloco defeito em tudo (o mundo está ao contrário e ninguém reparou). Sem contar as indicações mais bizarras do tipo “tenho um amigo bacana, você precisa conhecer” e meu Deus… e o cara nunca é bacana! No mínimo tem um tique nervoso ou joga colheita feliz. Aí é preciso implorar: Por favor, não me apresentem amigos! Eu não estou desesperada! rs
    Tem os olhares de piedade também, quando além de você, seus amigos também começam a se questionar: Pq só ela está solteira? Será que tem algum problema? Mas ela é divertida, inteligente, mais ou menos bonita… rs E e aí vem aquela vontade de mandar todos ao centro da Terra, pq só fazem aumentar a paranóia delirante.

    É meu caro… Sei como é isso, compartilho deste mesmo momento, rs

    Um bom dia pra você!

    • ThiagoFC

      Ei, eu tenho tique nervoso!!! E, por alguma razão, minha mulher parece nem notar (e olha que esse tique só vem aumentando de uns tempos pra cá…)

  2. Caro Johnny,
    faz um tempão que eu não leio seus posts, o escritório estava sem internet e mesmo agora que já possui, digamos assim que o PC daqui é um tanto ultrapassado, sabe.
    Então, eu tô lendo seus textos (inclusive os mais antigos que ainda não tinha lido) e mais uma vez parabéns.

    Ah, sobre o post, prefiro não comentar, fui um dos últimos da turma a arrumar namorada, o primeiro a casar e por enquanto o primeiro a separar, então, não acho uma boa me usar como parâmetro, já que tudo indica o meu alto grau looser.

  3. Ah, outra coisa, não posso entrar no seu blog enquanto o meu supervisor estiver aqui. É meio estranho eu ficar dando altas gargalhads enquanto ele me olha todo assustado.

  4. A Josy me fez cantar mentalmente duas musicas inteiras Cassia Eller. rs

    Acho que tem alguém aqui querendo uma namoradiiinhaaa, lá lá lá lá lá lá. ;)

    (A conta do taxi é realmente um problema.)

  5. Rodrigo!

    O.O
    Ei, você não pode sair por aí contando histórias da MINHA vida no seu blog, como se fossem coisas de ficção, ou pior, coisas da SUA vida! Eu processo! Eu processo!!

  6. huahuhauhauuaa

    Realidade pura!!

    Tenho passado por isso faz tempo!!
    A pior parte é a “felicidade lisérgica” e a “paranóia”

  7. Pára tudo! Uma vez eu disse para minhas amigas que achava lindo os caras com doencas degenerativas. Que eu me apaixonaria até. E todas riram de mim.
    Uma delas me apresentou um cara e disse (me zuando): Esse é fulano. Ele tem cancer.

  8. Brilhante!
    Pra não falar de quando algo frustrante acontece (tipo um cachorro come um dos seus pés). Você xinga as gerações do pobre animal e o amigo namorado (que agora atende por Cheirosinho da Mamãe – se bem que ele já era chamado assim, só que ninguém sabia) diz: “relaxa, cara. ‘Cê tem que arranjar uma namorada”.

    • alice

      é verdade… toda vez que tem alguem reclamando, mesmo q seja do feitio daquela pessoa resmungar, vão dar a entender que é por falta de homem (ou mulher, oq seja)

  9. hahaha. a paranóia é a melhor parte.

  10. Verdadeiríssimo post. Não aguento minha irmã com meu cunhado, tem horas em que parece só existirem eles, e você fica louco pra oferecer o dinheiro pro motel, só pra não ter que presenciar a cena. Fora o fato de que, se você tenta dar um toque, se passa por despeitado (a), “inveja pq ta sozinho(a)”.

  11. Eli

    Eu já disse que você não é o último e eu te dou apoio moral pra enfeitar todas essas fileiras de sorrisos brancos que parecem saídos de um comercial de pasta de dente.

  12. por que você está solteiro mesmo?

  13. Juninho

    Cara, força! Ultrapasse essa fase, arrume amiugos novos e continue solteiro…

  14. hauahuahuahauhauhauh.

    Adorei o texto.

  15. ana tereza otoni cardoso da silva

    joão continue assim e vc ainda me deve uma cerveja aqui na terrinha mineira! otimo texto!

  16. Tanto meus amigos gays, quanto meus amigos heteros estão vivendo seu “sonho encantado de amor”. Eu sou um solteiro convicto, tanto por razões emocionais, quanto pelo fato de eu ser um safado mesmo. Eu estou bem assim e tento não sair muito com casais pq é tão entediante que me faz implicar com eles.
    Solução? Agora meus grandes amigos de noitadas são a irmã e o irmão de uns amigos, uns quatro anos mais novos e cheios de vitalidade na noite. Como a minha pele de 28 anos continua aparentando 22 e eu continuo abosrvendo todas as novidades da informção, a gente se entrosa sem problemas e sai pra pegar geral…
    Vou deixar pra refletir sobre isso quando a coisa se tornar cronicamente inviável, o que talvez nunca aconteça; eu vou preferir sempre o sexo casual E seguro, sem ter que dar ouvidos a draminhas pessoais ou ter que pagar contas sozinho, ou morar junto e ter financiamento de apartamento pra pagar ou …………

    adorei o texto!

  17. como você pode ver tirei o fds pra ler blogs kk, “existe coisa pior do que esta solteiro?”
    “sim ser o ultimo do grupo! “*-* -parei,parei.. Desculpa sério kkk.

  18. 2die4blog

    genial. ótimo texto.

  19. Eu estava vivendo a parte da pressão, até passei um pouco pela Paranóia, mas consegui resgatar a maioria para o bright side novamente! Tá tudo bem agora.

  20. Oh, céus.
    Acabo de descobrir que estou cercada de casais.
    Tipo, a ficha até cai uma hora, sabe? Mas agora…

    Things will get ugly.
    Parabéns pelo post! :)

  21. ohhh João…que massa falar sobre ser o último solteiro da turma…
    rsrsrsr
    numa dessa, vai que a sua cara metade pode estar em uma das respostas do post ????
    kkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkk
    Curta a vida, o início, o meio ou o fim, não passam de contagem de dias em nossa mente, ou talvés na mente dos amigos mais próximos..
    olha…

    ser a última a casar dos irmãos, é a única forma da filha nº02, se tornar a filha caçula.
    veja pelo lado bom da vida.kkk
    kkkk
    Sucesssooooo….
    Estou fazendo processo de Seleção…

  22. Hahahaha, eu ri alto.

    Espirituoso pra burro, pocha é uma baguete de plutonio hahah

    Sinceramente, casais são a coisa mais boring ever, mais boring ainda quando essa frescuraçao de inicio de namoro passa e eles começam a brigar por individualismos ou a mandar msg pra aquela ex namorada/o pq parece mais divertido.

    Jamais quero me enquadrar nessa categoria casal boring de novo, já se foram os meus 16 anos haha

    Obrigada pelo riso.

  23. Relativizador

    Na boa, se você deixar de ser solteiro, não vai mais nos presentear com um texto foda desse jeito. Amargo, mas com muito humor. Todo mundo já passou por isso, cara.

    Stay cool!

  24. divertidissimo. me senti lendo as agruras de Holden Caulfield, em O Apanhador no Campo de Centeio…

  25. senti como se estivesse lendo as agruras de Holden Caulfield em O Apanhador no Campo de Centeio… adorei.

  26. Luciana

    Would you marry me?

    Agora você não pode dizer que foi por falta de oportunidade, e é sério.

  27. Pingback: Necessários da semana | Necessárias

  28. nesses momentos, aproveita e mergulha no trabalho porque é uma boa oportunidade! ou então, larga tudo e vai pra guerrilha.

  29. Pingback: Meio cheio, meio vazio | Só mais uma coisa…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s