Mini-Conto #1: “Bestiário”

bestiario

Existe o trânsito, certo? E existe o trabalho, e existem as horas extras, e existem os chefes irritantes que não te deixam pedir transferência mesmo quando está óbvio que você não está produzindo nada. E como eu disse, existe o trânsito, barulhento, os táxis que não param, o ônibus que você não conseguiu pegar e as vans que atrapalham tudo, sem falar nos caras malucos de moto. E existem os telefonemas incômodos, os trotes de madrugada, as falhas de comunicação, as zonas sem sinal, as contas. E existem os problemas de família, as broncas de pai, os pedidos da sua mãe pra que você leve um casaco, a sua irmã que arranhou seu CD do Smashing Pumpkins, o seu cachorro que sumiu e só apareceu dois dias depois.

Existe o seu professor de mestrado, a sua tese, a minha cara de quem não entendeu a sua tese, o seu time que perdeu ontem e a sua amiga que nem gosta de futebol (como se você gostasse) mas te ligou pra comentar. E existem os seus ex-namorados, as minhas ex-namoradas, aquela garçonete que mexeu comigo aquele dia (mas eu realmente juro que nunca tinha visto aquela garota antes), e todo o resto. Mas também existe o aquecimento global, a possibilidade de guerra nuclear, a Coréia do Norte, o Irã, o seu medo de asiáticos, o vulcão da Finlândia que pode atrapalhar as nossas férias, o meu chefe, que também pode atrapalhar as nossas férias (e que eu gostaria que estivesse dentro de um vulcão, possivelmente na Finlândia).

A carteira de motorista que você quer tirar, o carro que eu bati (estou falando de trânsito de novo, não estou?), o pulso que você machucou na academia, as mensalidade que eu não paguei na academia, o fundo estudantil, o vizinho barulhento, a chance da sua mãe resolver te visitar de madrugada e pegar a gente sem roupa no sofá, o possível fim do mundo em 2012, o roubo da bicicleta do seu melhor amigo, os assaltos no Largo do Machado, o problema de encanamento do seu prédio, a minha briga com o síndico por causa de correspondência no sábado. A gripe suína, o vírus ebola, o telemarketing, o colapso do modo de produção capitalista, as faltas não justificadas no curso de inglês, o problema da dor nas costas, a queda da bolsa, a zaga do Botafogo.

Por isso é tão impressionante, muito impressionante mesmo, você conseguir achar tempo e cabeça pra reclamar que a minha camisa listrada não fica bem com essa bermuda xadrez.

Anúncios

23 Comentários

Arquivado em contos, Nerdices, Sem Categoria

23 Respostas para “Mini-Conto #1: “Bestiário”

  1. É impossível uma camisa listrada ficar bem com uma bermuda xadrez, Joaozito.

  2. Josy

    Bom… Muito bom!

    Mas o que é o fim do mundo, comparado a combinação “camisa listrada e bermuda xadrez”? Existe algo aí que me lembra o Agostinho Carrara, rs

    Um beijo!

  3. Juninho

    É impossível uma camisa listrada vai ficar bem com uma bermuda xadrez, Joaozito. [2]

  4. Rodrigo!

    É impossível uma camisa listrada vai ficar bem com uma bermuda xadrez, Joaozito. [3]

    É sério. Ou um ou outro. Palavra de quem já usou.

  5. hauhauhauhauahuhauha… gostei da parte do chefe e do vulcão.

  6. moniquemoro

    É impossível uma camisa listrada vai ficar bem com uma bermuda xadrez, Joaozito. [4]

    ;D

    ps: dá pra editar?! ó gód!
    ps2: estou impressionada com a sua capacidade de imaginar problemas-desastres-caos. O.o

  7. É impossível uma camisa listrada vai ficar bem com uma bermuda xadrez, Joaozito. [5]
    Aliás, acho isso até uma puta falta de sacanagem.

  8. Tem quatro recados pra você editar. E é tudo culpa minha. :)

  9. telefonemas incômodos, as zonas sem sinal, as contas, problemas de família, as broncas de pai, os pedidos da sua mãe pra que você leve um casaco, carteira de motorista que você quer tirar, as faltas não justificadas no curso de inglês, o problema da dor nas costas…

    tem todos esse problemas aí, mas nada justifica o fato de tentar combinar uma camisa listrada com uma bermuda xadrez!!!

  10. hahaha. Eu não sabia que podia editar…
    Vai lá… Edite-me se puder!

  11. eu uso camisa listrada/estampada com calça xadrez

    e acho lindo!

  12. Mto bom, do começo ao fim…

  13. João, te achei muito engraçado, inteligente e sensual.

  14. ThiagoFC

    Sensacional! Até porque, é o tipo de coisa que às vezes eu gostaria de dizer para minha mulher.
    Claro que ela ficaria extremamente brava comigo se eu dissesse algo do tipo a ela – e, para me safar, eu teria de acrescentar: “Renata, te acho muito engraçada, inteligente e sensual”.

  15. erica l.

    hahaha, gostei da progressão de catástrofes: “gripe suína, o vírus ebola, o telemarketing…” very good, john boy! john boy? erm…

    btw, tô tentando atualizar meu blog, e quando cliquei em ‘publicar’ deu um colapso qualquer, porque nem a página de edição nem meu blog abrem mais. as teias de aranha devem ter entupido a conexão do meu blog com web – há! sacou, teia de aranha, web? vai ver que o wordpress agora pode editar os posts, como você com os comentários, e achou mais saudável para a humanidade impedir a publicação do meu post… ou vai ver eu nem sou tão importante assim. é. então tá. não tenho comentado muito, mas tô sempre aqui! tchau!

  16. Marília

    Também achei sexy.

  17. Ju Seelinger

    Porra João! Horas de consultoria de nada serviram? Aff

  18. laura

    Você só acrescentaria mais um problema nesse mundo caótico, se tornando parte da poluição visual.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s