You gotta go there (to come back)

E sim, eu estou de volta. Como numa música pra baixo do Nando Reis ou como num começo ruim de novela das oito da Globo, aqui estou eu, de volta da Europa e de volta ao blog após esse hiato de quase trinta dias em que sim, amigos, muitas coisas aconteceram. Não, não falo apenas de meus emocionantes momentos no Velho Mundo (que serão totalmente resumidos nos meus próximos dois posts e não num ppt imenso com músicas da Zizi Possi ao fundo, como aquela sua tia chata faria), ou mesmo de minha vitoriosa passagem por Minas, cheia de emoção, sentimentos, relaxamento, reencontros, recomeços e outras coisas com “r” (minha saída da cidade, por exemplo, foi cercada de tantas lágrimas e suspiros da minha mãe que eu realmente cheguei a pensar que havia comprado uma passagem pra Ruanda achando que era pro Rio), mas sim de outros eventos significativos que, assim como naquele filme da Sandra Bullock com o Bill Pullman, aconteceram enquanto nós dormíamos. Vamos a alguns deles.

Primeiro, perdemos o Blogbooks. Sim, amigos, chegamos honrosamente na final, empurrados por essa linda e maravilhosa torcida, mas assim como um time comandado pelo Cuca, não conseguimos transformar nossa vontade em título. Ainda assim, considero a primeira participação do Just Wrapped num concurso de blogs totalmente exitosa, não apenas pelo apoio demonstrado pelos leitores como também pelo orgulho que é ser um dos indicados. E claro, porque eu sempre quis usar a palavra “exitosa”, que acho muito engraçada, e nunca tinha conseguido um bom pretexto. Como eu já disse, obrigado a todos. Mas em compensação (e esse é o segundo ponto) também continuei  com minhas colaborações no Papo de Homem (sempre um grande orgulho escrever pra uma revista virtual cujo nome as pessoas entendem sem que eu precise soletrar, o que não acontece com o Just Wrapped) e deixei tudo acertado para, no começo do próximo mês, me juntar ao Portal Interbarney, no que, como eu já disse, possivelmente marcará uma nova era para todos nós. Ou um pouco menos.

Mas como nem apenas de trabalho é feita a vida de um homem, ainda mais nas férias, também posso ressaltar que ocorreram grandes e significativas mudanças no âmbito pessoal, já que não apenas me casei em segredo com minha ex-namorada Wanda como também serei pai de gêmeos, além de ter trocado o jornalismo pela advocacia, me tornado judeu ortodoxo e…ok,  apenas larguei os óculos, comecei a usar um cavanhaque estilo David Villa (“santa sensualidade latina, Batman!”) e comprei um chapéu de tirolês. Mas amigos, é um grande chapéu de tirolês, daqueles que realmente revolucionam a vida de um homem, sério mesmo. Ah, e serei padrinho de casamento pela primeira vez no começo do ano que vem! Pensem amigos, um padrinho de casamento com chapéu de tirolês, how cool is that?

Em suma, pessoal, foi isso. Gostaria de dizer que retorno das férias com as baterias recarregadas, cheio de vontade, garra e disposição para trabalhar, mas na verdade estou morrendo de preguiça e só hoje pensei duas vezes em tentar eu mesmo quebrar meu braço para conseguir um atestado médico, o que possivelmente não é um bom sinal. Fora que deve doer. Mas ainda assim saibam: é bom estar de volta. Ah, e se os primeiros posts forem uma droga tenham paciência, nunca passei tanto tempo sem escrever desde a oitava série. Forte abraço a todos os envolvidos e até sexta.

Anúncios

16 Comentários

Arquivado em No News, Vida Pessoal, vida profissional

16 Respostas para “You gotta go there (to come back)

  1. moniquemoro

    que pena sobre o blogbooks, mas olhe o lado bom:
    interbarney, cara! isso é bem legal!
    sentimos saudade.

    ps: não quebre o braço.

  2. TG

    Rapaz, mais uns dias de férias e vc se livraria do segundo turno!

  3. Marília

    Cara, interbarney! E a noiva concordou com o chapéu de tirolês no casamento?

  4. OIE ~rs

    ja disse que sou fã do interbarney né? teletube, turminha da galera e demais retardatices que me fazem feliz.

  5. Ana

    amigo, você está louco de querer quebrar o braço pra conseguir um atestado.
    Muito melhor quebrar uma perna, porque aí não dá pra ir trabalhar MESMO.
    Pensei pedir pra passarem com o carro em cima do meu tornozelo. Se der certo te aviso.

  6. Ana

    Ah sim, e parabéns pelo upgrade para o Interbarney, vai ser sucesso na certa.

  7. UHH!! Interbarney!

    Nossa Até que fiz você voltou !!!
    Estava com saudades dos seus post !!

    em relação a quebrar o braço, que preguiça profunda, em relação a Minas “eu amo Minas”.

    Ah !! não faz mais isso
    deixar a gente um mês sem nada interessante pra les !

    Ah ! TIrando o blog do Gabito ! =]

    Bom é só isso

    Bjos

  8. alice

    ahh interbarney tem coisas legais: o paunocoolhunter, o papo ereto, o ibere, o ronald rios, o com neurose e o proprio chico (o post sobre a marina estava ótimo, por sinal)
    que bom q vc vai se juntar ao time (?), só não comece a falar só por entrelinhas as piadas internas deles q nós ficamos confusos

    quanto ao blogbooks, acho que cheguei aqui depois dessa fase, mas não tinha nenhum link berrante para votar…

    bem vindo de volta :)

    ps. cara, esse cavanhaque parece http://bit.ly/9ED8H0

  9. Josy

    Se vc tomar uma anestesia antes de quebrar seu próprio braço, talvez não seja tão dolorido…

  10. não quebre o braço, João. poxa, pena o lance do blogbooks. mas, ano que vem tem outra edição. votaremos mais. e parabéns pelo interbarney. o/

  11. ana tereza otoni cardoso da silva

    voltou!!! aewwwwww! hahahaha

    e só para melhorar sua volta ao trabalho a partir de amanhã volta a esquentar por ai….mas o lado bom fds vai dar praia!

    bjo

  12. Gisele Araújo

    Que bom que voltou!
    No dia que visitei seu blog vc entrou de férias [que conheci justamente por causa do PdH]
    o bom foi que deu pra ler vários textos seus né…
    Bom Regresso a rotina!

  13. Meu editor quebrou o braço jogando bola, e está trabalhando normalmente (graças a Deus, porque a outra repórter da editoria está afastada, depois que teve apendicite. Se eu tivesse que fechar essas páginas como repórter e eidtor, sozinho, eu tava fu….).

  14. Cheio de gente nova aqui…

  15. João, bom te ler de novo!
    Que bom que voltou, ansiosa para ver o proximo post, e rir um pouco com as suas férias…
    Mas quanto à preguiça de voltar a rotina, sei bem como isso, mas acredite em mim, não vale a pena a dor de quebrar o braço. hahahaha
    Beijão

  16. I feel that is among the such a lot significant information for me. And i am glad reading your article. However should remark on some general issues, The website style is ideal, the articles is really excellent : D. Excellent task, cheers

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s