Sobre gente que não se chama Wolf e que claramente não resolve problemas

Cena 1

“Cara, eu tô gordo?”

“Sei lá. Você tá gordo?”

“Eu acho que tô, velho…”

“Foda…”

“Mas eu não tenho certeza, sabe? Eu acho que tô, mas não sei se eu estou. Aí fico pensando…”

“…”

“…”

“Olha, pensei numa coisa. Você vai pra casa hoje, fica pelado e faz uma sextape. Aí você leva ela pro trabalho e salva no sistema, mas sem senha. Aí alguém vai copiar e jogar na rede, certo? Aí você espera ir pro xvideos, algum site pornô assim. Se colocarem no seu vídeo a tag “chubby”, “fatboy” ou coisas assim, é porque você tá gordo. Boa, não?”

“…”

“…”

“Ou eu posso só fazer uma avaliação física, não?”

“É…pode fazer isso também, claro. Era a minha segunda sugestão”

Cena 2

“Esse projeto tá foda, hein?”

“É…”

“Eu aqui lotado de trabalho e ainda me cai mais essa pra resolver…”

“Foda…”

“Queria ter como passar isso pra outra pessoa..”

“…”

“…”

“Então, tive uma idéia. Você pega um telefone e liga pra chefe falando que é você. Mas não o você de hoje, certo? O você do futuro, de 2019, por exemplo. E você fala que está ligando de um transmissor transtemporal construído pela aliança rebelde contra a revolução das máquinas e que a única forma de evitar o surgimento da skynet é repassar esse projeto pra outra pessoa e não deixar que você esteja no escritório num dia x, no qual você seria abduzido pela copiadora e pela máquina de café do corredor. Faz uma voz rouca e eu faço barulhos de foguetes e tiros ao fundo, saca? E simula aquelas interferências de rádio”

“…”

“E lembra de ressaltar que se ela repassar o projeto pra mim vai acontecer uma invasão alienígena, que você e os outros líderes viram na cronoesfera de possibilidades possíveis. E diga que John Connor mandou um abraço. Pra agregar credibilidade, sabe como é…”

“…”

“…”

“Ou então eu posso apenas dizer que estou cheio de trabalho e pedir pra ela passar isso pra outra pessoa, não?”

“É…Você realmente pode fazer isso…Verdade…Bem bacana também…”

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em crise de meia meia idade, Gente bizarra, homens trabalhando, situações limite, teorias

10 Respostas para “Sobre gente que não se chama Wolf e que claramente não resolve problemas

  1. Só digo uma coisa, por que ser prático se você pode ser criativo, não é? E é sempre bacana envolver a Skynet em alguma coisa.

  2. criatividade é uma coisa boa na maior parte do tempo. mas, tem uma pequena parte em que ela, simplesmente, não faz sentido. hoho.

  3. Shibbo

    João, você é doente. DOENTE.

  4. Envolver a Skynet sempre funciona pra mim… chefe nerd é a melhor coisa ;)

  5. Yuri Rodrigues

    Sua criatividade é contagiante… LOL..

  6. ahhahahaha, muito boa!

  7. jenny

    ” ou então voce dizer pra sua chefe que tem um blog muito maroto e pimpão que muitas pessoas leem e riem e ficam risonhas na frente do computador e que infelizmente vai ter que passar o projeto pra outra pessoa por preciusa atualiza-lo com frequencia”

    isso seria tão verdade mesmo, se um dia acontecer com voce o segundo caso. :)

  8. Jonh Connor !!!! morri de ri !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s