3 tópicos básicos da problemática de ter uma “amiga mulher”

A pressão da sociedade: Uma teoria defendida por muitos e que aquelas últimas temporadas de Arquivo X não fizeram nada para desacreditar é a de que uma amizade sincera, desinteressada e sem tensão sexual entre homem e mulher é não apenas algo incomum como também improvável, além de teoricamente impossível e de só servir é como um álibi pra alguma safadeza sórdida num motelzinho do centro do Rio. Quando você diz que tem uma amiga, na boa, sem segundas intenções, sério mesmo, seus amigos não acreditam, seus colegas de trabalho fazem brincadeirinhas, o pessoal da pelada te chama de veado e até sua mãe pisca pra você com aquela cara de “ok, junior, arrã” que ela fazia quando você dizia que ia dormir tarde pra estudar matemática mas na verdade ia assistir “Presença de Anita”.

Isso porque ainda que a humanidade tenha conseguido se livrar de algumas crenças retrógradas como o medo de gatos pretos, o terror de eclipses e a certeza de que uma vitamina de manga causaria morte certa, ainda é muito complicado aceitar que alguém paga o seu cinema sem querer te levar pra cama. E sim, isso inclui aquela empresa de cartões e o Luciano Huck.

O óbvio risco inerente: Mas comprovando a tese de que clichês são verdades que se repetem, as pessoas tem, é claro uma boa razão pra acreditar que você pode acabar se apaixonando pela sua amiga, que é o fato de que…bem, você pode sim acabar se apaixonando pela sua amiga. Afinal, os critérios de seleção de uma namorada e de uma boa amiga várias vezes são muito parecidos e em certos casos a amizade pode gerar graus de afeto e envolvimento que as pessoas não esperariam num primeiro momento, como bem nos mostram (de forma chocante até) todas essas fanfics esquisitonas sobre o Cap. Kirk e o Sr Spock.

Então a melhor forma de saber se você não está levando a sua amizade intergêneros tranqüila e fraterna para um lado excessivamente amoroso é comparar o que você sente pela sua amiga com a sua amizade com um cara. Se você sentir por ela o mesmo nível de ciúmes que sente pelo seu bróder que almoça contigo no Esquimó é porque realmente não tem nenhuma segunda intenção rolando, tá tudo bem, fica tranquilo, foi alarme falso. A não ser que você tenha aquele tesão no seu bróder e se rasgue sempre que vê o cara com alguma sirigaita. Aí realmente vamos ter que teorizar outra coisa, não sei, você me quebrou agora.

Namoradas (e namorados) não entendem, como diziam os Strokes: Uma das coisas mais complicadas quando você está apaixonado por uma garota é aceitar que nem todo mundo a vê do mesmo jeito que você. Onde você nota volúpia incontrolável um cara pode ver apenas uma piscadinha esquisita, onde você percebe um corpo escultural seu vizinho veria apenas uma gordinha e onde mora o catalisador dos seus sonhos eróticos dos últimos dois anos seu irmão perceberia apenas “aquela esquisitinha de chapéu, sério?”. Daí ser um processo muito complexo aceitar que aquele cara que trabalha com ela, anda com ela, vai ao cinema com ela e já trocou de roupa num quarto com ela, é realmente gay, realmente namora aquele professor de ioga chamado Vander (que por sinal faz um frozen de morango muito legal) e realmente não está apenas criando um esquema extremamente elaborado para beber champanhe no umbigo nu da sua namorada quando você viajar.

Isso, ao mesmo tempo em que explica a sua desconfiança quanto aos amigos da sua namorada, também explica a desconfiança dos namorados das suas amigas em relação a você, apesar de não explicar o comportamento daquela sua ex que tinha ciúmes da sua irmã, antipatizava com a sua tia e não gostava que você desse abraços muito longos na mãe dela. Essa, eu sinto informar amigo, provavelmente era apenas meio maluca mesmo.

Anúncios

22 Comentários

Arquivado em é como as coisas são, teorias

22 Respostas para “3 tópicos básicos da problemática de ter uma “amiga mulher”

  1. thirisi

    Cara, não sabia que tu garimpava atrás de fanfic de Star Trek.

    No mais, excelente citação do Strokes.

    • joão baldi jr.

      Ah, nem foi garimpar, é que graças ao twitter a gente pode ter acesso a um mundo de coisas que deixam a gente desconfortável, meio chateado e até mesmo podem gerar pesadelos à noite.

  2. Naiara Costa

    Nem tenho palavras… muito bom o texto.
    Vc tá se superando nas comparações e nos exemplos, ambos absurdos e geniais.

  3. Acho que todo mundo que assistiu When Harry Met Sally aprendeu que mulheres fingem orgasmo e que não tem como um homem e uma mulher serem amigos.

  4. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Que isso?! Ri muito com esse texto. Vc soube passar sua teoria de forma bastante convincente e ainda por cima com uma pitada de humor. Adorei.
    Esses textos sempre me ajudam a entender um pouco mais a cabeça dos homens.

    Passa no meu blog depois: acorda-amor.blogspot.com

    Beeijo

  5. ThiagoFC

    Essa citação a “Presença de Anita” ainda é um resquício do exercício de memória para o post da Sasha Grey?
    E é sério que você lê “fanfics esquisitões”?

    • joão baldi jr.

      Cara, possivelmente sim, vai saber, né?
      Mas eu não leio fanfics esquisitões. Quer dizer, eu leio, mas não curtindo, sabe? Eu tenho com produtos culturais bizarros a curiosidade que algumas pessoas tem acidentes de carro na estrada.

  6. Nathália

    Seu post me lembrou esse vídeo, João:

  7. Olha, eu que praticamente só tenho amigo homem sei como é complicado explicar pra todo mundo que aquele sujeito que vive na sua casa e anda com você pra todo lado não é seu namorado. E que quando você deixa três caras entrarem na sua casa num sábado à noite não é uma suruba louca, é só rpg ou videogame.

  8. Leo

    Eu sou da seguinte teoria, após muita auto-análise: Não há como ser apenas amigo de uma guria que tu tenha o mínimo de atração sexual. Digo, pode, mas apenas pq ela não quer nada a mais além disso. E ficar apenas amigo de quem tu sente tesão é pedir pra sofrer.

  9. Fã numero 00

    Fã 0
    Gostei ,

  10. Mais cedo ou mais tarde, sempre aperece aquele “e se” nos fundilhos da mente. Não chega a ser tesão, manja? É mais uma curiosidade meio tarada, meio erótica — e às vezes meio mórbida.

    O que fode é que tem gente que não sabe o limite do humor negro.

    Bom texto, parceiro.

  11. Juju

    Eu nao acreditava em amizade entre homens e mulheres ate conhecer um idiota que escreve textos geniais que estava precisando, e muito, de uma mae adotiva noiva e dislexa. :)

    • joão baldi jr.

      Espero que isso realmente signifique que eu vou ter um quarto no apartamento de vocês quando casarem e que vou poder levar garotas.

  12. Matheus

    Dois fatos que contribuem para maiores conflitos na amizade com uma mulher:

    1. Há uma guerra civil no seu ciclo de amigos, onde: Dois deles são apaixonados por essa sua “amiga mulher” e outro amigo fica lhe incitando a ficar com ela para alguém sair feliz na história e você se sente incentivado por mais que ache anti-ético ficar com com uma amiga, mas principalmente em ficar com a garota que um amigo, quase irmão seu, gosta.

    2. Vocês estudam juntos, sua familia já conhece a sua “amiga” e seu irmão nos churrascos de domingo adoraria cita-la na seguinte frase ” EAI, QUANDO TU VAI PEGAR A TAL DA MARIANA?”

  13. cara, eu tive um amigo. tipo brother, mesmo. e ele era apaixonado por uma mega-amiga minha… nunca rolou nada entre ele e eu, sério. mas, a galera insistia nesse tópico 1. até ele começar a namorar e eu também. não entre nós, que fique claro. ah, e o que esse matheus disse é a pura verdade. meu amigo sempre me contava dos amigos dele que falavam de mim. situação desnecessária.

  14. marcos

    olha, interpretação de texto zero pra mim, mas será que alguém poderia me explicar o trecho: “E sim, isso inclui aquela empresa de cartões e o Luciano Huck.”

  15. rafa

    olha, eu sei que isso é super interpretação de texto fail, mas alguem poderia me explicar o seguinte trecho: “E sim, isso inclui aquela empresa de cartões e o Luciano Huck.”, valeu e parabéns pelo blog

  16. rafa

    gente, será que alguém poderia me explicar o que o autor do texto quis dizer com : “E sim, isso inclui aquela empresa de cartões e o Luciano Huck.”, agradeço desde já!!

    • joão baldi jr.

      Cara, foi uma referência aquela propaganda do Luciano Huck com o Itaú em que eles alegam pagar metade da entrada dos clientes no cinema.
      [som de bateria]

  17. JuninhO

    Existe uma linha tenue entre amizade e vontade de pegar. E normalmente essa linah só existe porque a mulher acha que é só amizade porque difícilmente homem nega quando a mulher resolve dar uma apimentada na amizade…

  18. Eu sabia que não era possível!!! Mas não custa nada tentar, então…
    Mas não sei se o problema (no meu caso) são os amigos ou sou eu o.O

    Muito Bom o texto…passe por acidente no PdH e o meu estudo de design já ficou para amanhã!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s