Mini-conto #8: “Aquele que…”

E era um sábado, por volta das oito. Eles estavam na cama, ela encostada no peito dele, ele lendo uma revista antiga do Batman.

“Você sabe que relacionamentos são coisas complexas, certo?”

“Humm…o que?”

“Relacionamentos. Você sabe que são coisas complexas, certo? Cheios de nuances, cheios de detalhes. Certo?”

“Humm…certo…”

“E que, assim, você não pode, sei lá, reduzir, resumir, sintetizar, tudo que acontece dentro de um romance, de um relacionamento, desse evento que é…sei lá…único, numa frase, numa sentença. Não dá pra avaliar, qualificar, descrever toda essa experiência que é estar com alguém com um resumo de duas linhas, não é?”

“Bem…eu acho que…não, é…não dá. Relacionamentos e tal…”

“Então apenas uma descrição mais…sei lá…longa, complexa, faz jus ao que você passa com uma pessoa. Um relacionamento não pode ser resumido a um ponto, um conceito, um momento, é…sei lá…meio cruel, sabe? ”

“É, acho que sim…mas…aonde você quer chegar?”

“Então…é que eu vi você conversando com as suas amigas e o jeito como vocês falam dos ex, sabe? Tipo…aquele cara, o Caio, o seu ex-namorado da faculdade, você descreveu ele como “aquele que bateu o carro no ano novo”. E a Luciana, ela descreveu dois caras como “aquele que broxou na primeira noite” e “aquele que gostava de fantoches”. Isso me pareceu meio…não sei…frio”

“Ah, é só jeito de falar. Pra diferenciar um cara do outro e tal. Não é maldade”

“É, eu sei que não mas…eu não quero pensar que você vai falar assim de mim algum dia, saca? Sei lá, a gente se conheceu, se apaixonou, o nosso primeiro beijo foi ao som de funny little frog, eu cuidei de você quando seu pé quebrou e depois você vai me descrever com alguma frase do tipo ‘aquele que mexia as orelhas’ ou ‘aquele que tinha medo de joaninhas’…não soa certo…”

“Você sabe que eu nunca implico com essa coisa das joaninhas. Ok, é meio ridículo porque são…joaninhas…e bem…não sei como você consegue ter medo, mas é você, eu não te zoaria com isso. E a parte das orelhas é até engraçadinha, vai.”

“Mas não é esse o ponto, sabe? É que eu não quero que isso que a gente tem seja resumido assim, sabe? Que eu seja só uma nota de rodapé na sua vida, junto com outras 30, sabe?”

“Bem…30 foi um número exagerado, mas ok…assim, eu não vou te tratar assim, você sabe”

“Você promete?”

“Preciso prometer?”

“Bem…eu sei que é bobo, mas eu gostaria, não sei…”

“Ok, eu prometo que eu não vou resumir nem você e nem o que a gente tem em apenas um dado, evento ou característica. Tudo bem agora?”

“Obrigado…eu sei que é meio bobo mas eu fiquei com isso na cabeça”

“Sem problemas, gatinho, agora só vem aqui, tá? Esquece isso. Eu nunca ia fazer alguma coisa desse tipo contigo, você sabe…”

Quatro meses depois eles terminaram. Até hoje ela se refere a ele como “aquele que era meio neurótico com essas coisas de relacionamento”.

Anúncios

17 Comentários

Arquivado em contos, Ficção, romantismo desperdiçado

17 Respostas para “Mini-conto #8: “Aquele que…”

  1. Loló

    complicado.

    (poxa, João, sempre quebrando a magia dos relacionamentos, hein. cê é craque. pelo menos é com leveza e humor… ;-))

    btw, eu falo, quando me refiro ao blog: “o blog daquele menino que escreve orações imensas…”

  2. Eu li metade do conto achando que ela havia começado a conversa sobre relacionamentos, já que ele estava lendo e ela não fazia nada.

    Mas depois entendi e me lembrei que os seus personagens masculinos sempre são as mulheres do relacionamento.

    “aquele em que eu era o homem da relação”

  3. Muito bom… muito bom João.. sem mais…

  4. Henrique

    Joaninha! HAHAHAHAHAHAHAHAHA.

    E realmente, li a maior parte do texto achando que o homem era a mulher e vice-versa.

  5. Ah, melhor do que ser “aquele cara que tinha medo de joaninhas”

  6. Aquele post que tem uma foto daquele filme do Michael Cera que eu achava que só eu tinha assitido.

  7. Convenhamos que ele ainda se saiu até bem…

  8. osvaldo

    Como sempre muito bom. Mas meio “suspeito” dois textos recentes falando sobre os medos de se tornar um ex.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s