5 sugestões de músicas para um pancadão efetivamente neurótico

MC Sapão – Eu tô tranquilão (apenas no exterior já que por dentro ando me roendo de insegurança em relação ao nosso relacionamento)

MC Leozinho – Ela só pensa em dançar (o que tem me deixado meio preocupado porque ela está me dando menos atenção e eu acho que isso só pode querer dizer que ela quer terminar)

MC Marcinho – Tudo é festa (exceto pra mim porque eu não consigo me concentrar nas comemorações já que mandei esse sms pra ela dez minutos atrás e ela ainda não respondeu, o que só pode querer dizer que ela quer terminar)

Claudinho e Buchecha – Quero te encontrar (mas hoje você disse que tem dentista e depois academia o que me faz achar que de alguma forma você pode estar tentando me evitar ainda que você tenha mencionado todos esses compromissos com praticamente um mês de antecedência mas ainda assim me sinto inseguro e acho que pode ser tudo uma grande mentira ou uma forma elaborada de expressar que você precisa de mais espaço, o que só pode querer dizer que você quer terminar)

Cidinho e Doca – Eu só quero é ser feliz (mas não sei se a felicidade realmente existe ou se é apenas mais uma dessas construções que o ser humano desenvolveu para tornar esse mundo de dor, sofrimento e solidão um pouco mais tolerável e impedir que a gente apenas se entregue ao desespero e a desolação de saber que vida não faz sentido, o amor é uma ilusão e não podemos confiar em ninguém. ah, e eu acho que você quer terminar. sério, você deveria me ligar agora, eu não tô legal)

Anúncios

12 Comentários

Arquivado em Desocupações, Músicas e derivados, Sem Categoria, situações limite

12 Respostas para “5 sugestões de músicas para um pancadão efetivamente neurótico

  1. Putz! Essa foi ótima! Deu uma analisada terapêutica nos inseguros (as) de plantão!

    http://asabiaignorancia.blogspot.com/

  2. MELHOR. POST.

    Queria saber como foi que você entrou na minha mente e roubou a minha lógica de relacionamentos, grata.

  3. Perfeito.
    Pode postar as 5 músicas para pensar em atirar-se da sacada.

    http://www.cartasparaela.com.br/

  4. Claudinho e Buchecha, cúmulo da insegurança, tá loco.

    Grande João, mestre como sempre. Tempão que não venho aqui. :*

  5. A tag “os mano pow…” já pode concorrer à melhor tag do ano no Troféu Imprensa.

    A leitura das tags é como se fosse o menu de “bônus” no DVD, muito bom.

    • joão baldi jr.

      Te falo que em certos casos eu já cheguei a escrever um texto inteiro apenas pra justificar uma tag que eu realmente queria usar – e essa coisa delas ficarem quase invisíveis realmente transforma as tags numa coisa apenas para os iniciados, com toda essa aura de mistério

  6. você pra mim é tudo, minha terra, meu céu, meu mar

    é, não sei como ainda não tinha percebido o teor paranoico/obsessivo desses versos…

    fala, joão, batuta?

  7. Acho que você deveria desenvolver isso aí e tentar um mestrado com a semiótica do funk.

  8. isso tudo é pra dizer que, bem, o funk também é um ritmo socialmente aceitável e que não é tão ruim assim que a pessoa ao seu lado no ônibus (metrô ou afins) esteja com o celular com som estéreo ouvindo o último grande hit do pancadão carioca, porque, claro, você pode refletir sobre o conteúdo da mensagem inserida ali e acabar percebendo que o colega não deve estar levando uma vida emocional muito boa, pra ficar deprimido com tanta neurose junta. é a compaixão levando-nos aos extremos. ótimo post, João.

  9. É notável a sua capacidade de interpretação. Que sensibilidae é dessa? Realmente agora faz todo sentido.
    Incrivelmente bom!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s