quatro ótimos filmes ruins para um 2012 que não quer acabar

JOSÉ-WILKER-e1304891177812prometheus – primeiro grande blockbuster a ser escrito dentro de uma lógica puramente infantil, na qual os eventos vão se encadeando sem motivações racionais ou conseqüências lógicas, com ações e repercussões que lembram vagamente um sprint de animação do chaves – “e aí tinha uma nave, e um robô, e um gigante, e o luther, e aí eles entravam nunca caverna e tinha um alien, e a mulher ficava grávida e aí sai um polvo de dentro dela e zaz, e vinha o quico e a charlize theron e a terraformação e a bola quadrada” – prometheus oferece muita ação, poucas justificativas, quase nenhum sentido aparente e nos ensina que é sim possível fazer uma profunda investigação filosófica sobre o sentido e origem da humanidade que envolve um xenobiólogo cuja primeira reação diante de uma forma de vida alienígena é chamar de bonitinha e tentar cutucar com o dedo, como todos nós aprendemos no colégio espacial.

amazing spiderman – o filme mais absolutamente desnecessário da temporada, amazing spiderman é uma obra audiovisual calcada basicamente no conceito de “como refilmar homem-aranha sem dar na cara que estamos refilmando homem-aranha?”, obtendo um resultado com um nível de qualidade muito semelhante aquele que você obtinha quando sua mãe te mandava fazer alguma coisa mas você, por estar chateado com ela, decidia que ia fazer do seu jeito, e acabava lavando a louça com sabão em pó, tomando banho na pia ou saindo sem casaco com uma temperatura de -3 graus. ainda que parcialmente salvo pelas ótimas atuações do elenco principal, amazing sempre vai ser o filme no qual o homem-aranha andava de skate, fazia asiáticos serem presos injustamente e o tio ben dizia que com grandes poderes vem grandes responsabilidades sem dizer que com grandes poderes vem grandes responsabilidades, como se num remake de spartacus todos subissem nas colinas e falassem “esse cara, o spartacus, ele sou eu”

looper – o primeiro filme japonês cujo remake norte-americano foi realizado antes do original asiático, looper busca levar ao extremo uma das grandes questões científicas desse milênio: até que ponto o carisma de bruce willis consegue salvar um filme? incapaz de fazer jus a complexidade da própria premissa mesmo se fosse possível voltar no tempo e avisar pro roteirista o quanto anticlimática e frustrante a história é, looper se passa num universo futurista onde, mais do que a telecinésia ou a viagem no tempo, a humanidade desenvolveu um enorme senso de conveniência narrativa, permitindo que todo pasto seja o pasto certo e qualquer dúvida em relação aos confusos mecanismos da viagem no tempo seja respondida com um “ah, não vamos falar sobre viagem no tempo, isso me dá dor de cabeça”.

o legado bourne – abandonando a linha dos três filmes anteriores, que focavam principalmente em espionagem, ação e aventura em escala global, o legado bourne aborda basicamente a pior crise de abstinência de drogas de todos os tempos e o quão longe um viciado está disposto a ir para conseguir umas pílulas, no que claramente é uma tentativa de transformar réquiem para um sonho num filme de ação sem necessariamente pagar nada aos criadores originais. com um jeremy renner que pode ou não ter enterrado sua carreira como ator principal em filmes de ação, uma rachel weisz com a mesma empolgação de um tio num evento de troca de corda de capoeira de um sobrinho e um edward norton atuando com o taxímetro rodando em bandeira dois no reveillon carioca, o legado bourne é possivelmente a segunda melhor retomada de franquia desse milênio, perdendo apenas para ace ventura 3, um filme no qual o filho do ace ventura precisa achar um filhote de panda desaparecido. eu recomendo, sério.

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em cinema, Movie Review

8 Respostas para “quatro ótimos filmes ruins para um 2012 que não quer acabar

  1. ThiagoFC

    É sério que fizeram um Ace Ventura 3?

  2. você esqueceu de Batman Dark Knight returns e a melhor cena de morte de toda a história do cinema.

    • Mothaflocka

      Pera, pera… Deixa eu falar umas coisas…Muito…Intermitentes…E…Aí…Convenientemente…Eu…Morro– * Relaxa a cabeça e mostra a linguinha pra fora *

  3. Apesar de todos os pesares creio que Prometheus errou sim, em muitos pontos, mas acho injusta as colocações como pior do ano. Agamenon, Crepúsculo, isso tudo é dez vezes pior que Prometheus. Looper tem uma ideia muito discutida de formas diferentes e engana-se quem pensa que essa ideia é a viagem no tempo. A discussão principal do roteiro gira em torno da vida ser um ciclo, como foi discutido também em 360 de Fernando Meirelles. Já Homem Aranha… parem de filmar isso pelamor… O Legado… sem palavras… não tinha algo melhor pra filmar: http://ocinematografo.blogspot.com.br/

  4. Naiara Costa

    Concordando mais do que plenamente com sua análise sobre prometheus,tão chatiada a ponto de fazer aquela infame piadinha do “prometheus e nao cumprius”
    Quanto ao homem aranha, esse é o momento que eu admito que gostei bem mais dessa versão. Eu sei, é tipo admitir que eu sou fã de jorge vercilo (não sou), mas é que eu ainda prefiro o andrew garfield do que o tobey maguire que sempre fez o peter parecer mais um retardado mental do que um cara nerd.
    Já o looper, acho que sou uma das poucas pessoas que gostei do filme. Tem lá as falhas de roteiro, mas é esforçado. Faço ressalva pro fato de que o Bruce Willis é praticamente inútil e podia ser facilmente subtituido pelo cara do ajinomoto, que ninguém notaria a diferença.

  5. Henrique

    E falar de Batman que é bom (ou melhor, ruim), nada. Saí do cinema gostando e cada vez que reflito parece pior. Até parei de pensar sobre para não ter que dar nenhuma nota abaixo de 5.

  6. Paulo Torres

    Ace Ventura 3 tem potencial pra ser mais sensacionalmente errado que O Filho do Maskara. (que teve o SUPLA como dublador brasileiro, sempre vale lembrar.)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s