E agora para algo completamente diferente #2

Gilberto-Barros

E nessa semana contribuímos no Sobre Comédia com um texto cheio de amor e carinho sobre It Crowd e a possibilidade de uma série “sobre nerds” que também é sobre internet, pessoas sendo dadas como mortas no ambiente corporativo e massagens que terminam com beijinhos na bunda:

“Ou seja, mais do que se colocar como refém da premissa ou explorar até a exaustão seu conflito básico, It Crowd é uma série que usa esses conceitos como trampolim para levar o humor nas direções mais absurdas, sem que isso nunca pareça forçado ou fora do lugar. Desde o gótico trancado numa salinha no porão, passando pelo chefe com uma mão biônica até competições de quiz secretas, a série usa sua premissa mais como um filtro através do qual introduz e analisa todos esses eventos dentro de uma lógica própria onde qualquer coisa pode acontecer e eventualmente acontece”.

E para o Cachorro no Campo oferecemos um artigo repleto de ódio, rancor e hostilidade questionando a capacidade cognitiva do atleta profissional brasileiro e a impossibilidade de uma vida plena e cidadã num mundo em que um cara que recebe 200 mil reais por mês comete uma inversão de lateral numa partida oficial de campeonato:

“Repare nos gols perdidos, repare nos vacilos das defesas, nos erros de passe, na simples postura dentro do campo. São caras que fazem uma falta por trás, pra vermelho, tomam o amarelo e consideram que a atitude mais razoável depois disso é xingar acintosamente o juiz. São homens adultos que com cinco minutos do primeiro tempo de um jogo de campeonato de pontos corridos ficam irritados a ponto de socar alguém sem bola. São goleiros que com uma vantagem de 3×0 no placar e um a mais acham que vale a pena fazer um pênalti e ser expulsos tentando evitar um chute sem ângulo dado por um jogador horrível. São atletas que recebem 100 mil reais por mês e mesmo assim tentam sair dando caneta quando são os últimos homens da defesa numa partida de luta contra o rebaixamento”

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em homens trabalhando, Internet, Milton Neves, vida profissional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s