Dicionário pessoal de sensações ruins recorrentes: itens #56, #57 e #58 e subitem #57.1

ben-wyatt-eagle1

#56 – a piada que já era ruim e inoportuna e vai se tornando mais e mais ruim e inoportuna conforme você é obrigado a oferecer explicações sobre ela

“e aí eu tava saindo lá da quinta DP quando eu encontrei com ele”

“epa, foi um dia longo então hahahaha”

“como assim?”

“pô, onze da manhã e você já saindo da quinta DP”

“como assim, eu não entendi”

“não é que…assim, onze da manhã e você tinha feito cinco DPs já, sacou?”

“como assim, eu tinha feito cinco DPs? eu tava na delegacia, cara”

“não, eu sei que você tava na delegacia, mas delegacia é DP e também pode ser DP, você entendeu…”

“como assim, que outra DP?”

“….”

“sério, eu não entendi”

“não, é que….tipo…DP também é sigla pra…então, cara…tipo…”

“não, agora fala, eu não tô entendendo nada, cara..”

“não…então…DP, distrito policial mas também…DP…dupla penetração, sabe?”

“…”

“aí eu tava falando que tipo, puxa, onze da manhã e você já tinha feito cinco duplas penetrações e tal, daí…”

“…”

“…daí eu disse que tinha sido um dia longo, sabe?”

“…”

“…era tipo…uma piada, então…”

“você sabe que eu tô falando da minha casa que foi roubada, né?”

“…”

 #57 – o momento na mesa de raio-x em que o cara está tentando orientar o seu posicionamento e você percebe que aquele é o mais perto que você vai chegar de algum dia trabalhar como modelo

“isso, joão, isso, coloca a perna pra direita, isso, agora olha pra cima, apóia o ombro na mesa, levanta um pouco a barra da calça, esse braço, vira ele pro lado, desse jeito, agora sensualiza, tem que ser felino, isso, faz amor com essa chapa, isso, seduz esse aparelho que está emitindo imensas quantidades de radiação na sua direção, tem que olhar fixo, é isso mesmo, agora faz carão, boa, tá lindo”

 #57.1 – o momento na mesa de raio-x em que o cara está tentando orientar o seu posicionamento e você percebe que não entende direito conceitos como “direções” e “partes do corpo”

“agora dobra o joelho direito e estica a perna esquerda, joão. não, esquerda. não, o pé. joão, o pé. e a direita você…não, a direita. dobra. não, dobra, não tira da mesa. joão, qual é a sua perna direita? esse é o seu braço, joão. caramba, cara, não era pra sua perna dobrar assim, pera, vou chamar alguém pra vir ajudar”

 #58 – era sexta a noite, você pediu delivery, o prazo era de 60 minutos, gastaram duas horas, quando o entregador chegou ele pediu desculpas e disse que esperava não ter atrasado o jantar da sua família. enquanto você segurava as sete embalagens de comida e fechava a porta com o ombro você olhou para sua casa vazia, o notebook ligado, a cerveja pelo meio e disse em voz baixa “família…”. naquela noite você comeu três bifes de picanha sozinho e chorou antes de dormir.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em é como as coisas são, crise de meia meia idade, situações limite, Vida Pessoal

2 Respostas para “Dicionário pessoal de sensações ruins recorrentes: itens #56, #57 e #58 e subitem #57.1

  1. A última já dá roteiro de novela mexicana, a primeira… bem, a primeira… f****

    http://ocinematografo.blogspot.com.br/

  2. a[

    Muito me identifico com a primeira. Ontem mesmo conversando com um grupo de amigas sobre sobre como uma festinha foi a fundação da nossa amizade, eu disse “é, foi quase como se tivessemos matado alguém juntas e o segredo tivesse nos unidos mais” , o que, vendo agora, foi uma comparação, meio estranha com uma noite assistindo filmes e comendo brigadeiro, mas que na hora pareceu perfeita. Mesmo quando fiquei diante dos olhares atônitos delas e tive que explicar que não, nunca me juntei com um grupo de amigos pra matar alguém e assim firmei laços eternos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s