Arquivo da tag: 2010

2003 foi um ano bom

E 2010 foi um ano excelente. Ainda que 2009 tenha sido um ano muito bom e 2007 não tenha sido um ano ruim (mas você, 2008, você foi uma droga, sério. e sabe os momentos em que eu parecia feliz, ali no finalzinho? eu estava fingindo), 2010 bateu todo e qualquer padrão de awesomeness que eu pudesse ter estabelecido, seja em termos de diversão, oportunidades, trabalho, dinheiro, satisfação pessoal, festas com modelos, ingestão de costelinhas de porco no barbecue ou qualquer um desses padrões que realmente definem o quão legais são as nossas vidas.

Continuar lendo

23 Comentários

Arquivado em Crônicas, Good News, Vida Pessoal, vida profissional

Top 5 – Minhas sugestões de pilotos para a TV em 2010

É a sua mãe!: Adaptado de um segmento do finado programa “Beija Sapo” em que os participantes escolhiam alguém para apresentar seu quarto para seu futuro parceiro, o objetivo é extrapolar essa idéia. Sim, se ninguém no mundo te acha mais legal do que a sua mãe, por que não um programa em que cinco mães tentarão convencer uma garota de que seus filhos são os melhores partidos que ela poderia desejar? Provas emocionantes como “Conhecendo o álbum de família”, “Liga do vídeo embaraçoso” ou “Corrida da cueca freada” tem tudo para levar a vergonha e a degradação moral a um novo nível. Fora que, se algumas das mães forem como a minha, em cinco minutos já vão estar dizendo que a garota é uma pistoleira e não presta pro filho dela. Emoção, suspense, sentimento, esse é o game show do futuro.

Continuar lendo

7 Comentários

Arquivado em Desocupações

Simpatias de ano novo

Para ter prosperidade: Chupe sete sementes de romã na noite de Réveillon, embrulhe todas num papel e guarde o pacotinho na carteira para ter dinheiro o ano inteiro.

Para trazer a pessoa amada: Pegue cinco ou oito rosas brancas, perfume de alfazema, fitas com as cores da harmonia (azul, amarelo, rosa, branco e verde), espelho, talco, sabonete e bijuterias. Forre uma cesta com celofane, amarre uma fita no cabo de uma flor e jogue um pouco de talco e de perfume por cima. Depois, coloque o espelho, o sabonete e as bijuterias na cesta e leve para o mar. Conte três ondas e, na quarta, ofereça a cesta à Iemanjá e a Oxum.

Para começar um incidente diplomático: Chupe sete sementes de romã, pegue cinco ou oito rosas brancas e hospede em alguma embaixada junto com o presidente eleito (ou não) de Honduras.

Como evitar acidentes de carro: Reflita durante dez minutos sobre o porque de apenas nessa época do ano as pessoas se ligarem de que romãs existem. Olhe pelo espelho retrovisor e tire seu carro detrás do carro do Barrichello, porque ele é foda. Vá para o boxe. Quando chegar lá note que o Schumacher voltou a correr. Evite a depressão posterior.

Como ser hostilizada na faculdade: Entre na faculdade chupando sete sementes de abacate enquanto usa um vestido rosa curtinho. Não pule ondas, senão a calcinha vai aparecer. Corra.

Para conseguir atenção feminina: Chupe sete rosas brancas, amarre um celofane e um espelho na cabeça, ofereça 500 reais pra Iemanjá e seja mocinho em uma temporada de Malhação.

Para curar assaduras: Forre uma cesta com fitas, amarre um telefone no cabo de um espelho e jogue no mar enquanto ninguém está olhando. Passe talco nas assaduras.

Para conseguir dinheiro: Tire as sementes de romã da carteira, junto com 50 reais e compre mais talco pra completar o que sobrou das assaduras. Venda o talco como se fosse droga. Veja os seus compradores ficarem doidões e começarem a pular ondas imaginárias pensando que estão em Copacabana quando na verdade estão no Morro do Macaco. Corra.

(A todos um ano novo repleto de felicidade, prosperidade, sucesso e outras coisas desse tipo. Feliz 2010, pessoal)

5 Comentários

Arquivado em Mundo (Su)Real, No News, Sem Categoria

Top 5 – Projetos para 2010

Carteira de motorista: Eu e o Yuri batemos um papo algumas semanas atrás e, quando tentamos nos lembrar de pessoas da minha faixa etária que não tem carteira de motorista nós só conseguimos pensar no Homem-Aranha e no nosso amigo Caio. O que é muito insólito, afinal, um deles é um personagem de ficção e outro é um cara capaz de escalar paredes, pressentir o perigo e lançar teias enquanto se pendura pela cidade. Por isso decidi que esse é o ano certo pra que eu me dedique a aprender como pilotar um veículo de quatro rodas, descubra o que é uma rotatória, descubra em que momentos eu devo buzinar (nunca?) e finalmente entenda como se desbloqueia aquela trava de porta para crianças. Se preparem para posts emocionados, histórias comoventes e para várias reclamações sobre a minha incapacidade de passar no psicotécnico ou sobre ser logicamente impossível lidar com três pedais tendo apenas dois pés.

Viajar mais: Fazendo uma análise minuciosa do meu histórico de deslocamentos geográficos eu concluí que aos 25 anos eu não só nunca saí da região sudeste como também nunca entrei em um avião (quanto mais estive dentro dele enquanto ele voava) e daí me veio a decisão de aproveitar o ano de 2010 para expandir meus horizontes geográficos. O projeto é utilizar os feriados prolongados e as minhas férias para conhecer as outras quatro regiões do país fazendo uso do fato de ter parentes, amigos ou apenas conhecidos caoticamente espalhados por aí. Ainda vou me decidir melhor quanto a datas e locais, mas planejo em 2010 conhecer novos lugares e pessoas, ouvir novos sotaques, brigar com novos taxistas, ser tapeado por novos vendedores ambulantes, audaciosamente indo aonde nenhum João Luis jamais esteve e preparando o caminho para o ambicioso projeto “Comic Con 2011”.

Escrever mais: Eu sei que eu fiz essa mesma promessa no final do ano passado e ela foi uma das únicas que eu consegui chegar perto de cumprir. O livro foi concluído, participei de alguns concursos literários, participei do Farrazine e até mesmo de outros blogs, além de atualizar esse espaço de forma bem freqüente (ou “patologicamente obsessiva”, se vocês preferirem). E em 2010 eu quero continuar nesse embalo literário cheio de animação, empolgação e alegria lisérgica (oi?!) tendo para tanto me matriculado em uma tradicional oficina literária do Rio (sim, aprenderei a consertar livros. É isso que se faz em oficinas literárias, certo? Clique aqui para complementar a piada sem graça) e começado a delinear vários projetos literários para o próximo ano. Só emoção, galera.

Malhar seriamente: Ainda que eu possa me gabar de ter faltado à musculação apenas uma vez durante esse ano (infelizmente essa falta aconteceu faz uns dois meses e me deixou tão envergonhado que eu não consegui mais aparecer lá), eu tenho plena consciência de que devo me dedicar mais aos exercícios físicos nesse novo ano, nem que seja apenas porque o meu estoque de piadas sobre estar ganhando barriga está se esgotando rapidamente.

Fazer cursos caóticos: Irei finalmente aprender a fazer bonecos com balões e fazer aquele curso de barman que eu sempre tive curiosidade. Sério. Sem sacanagem.

4 Comentários

Arquivado em Desocupações, Sem Categoria, Vida Pessoal