Arquivo da tag: cavalo de fogo

Mini-conto #15 – Diabolyn

wildfireEm minha defesa eu preciso dizer que fui pego de surpresa.

Era uma viagem de reconciliação, sabe? Eu tinha pisado na bola, ela tinha sido muito dura, passamos uns dias sem se falar. Eu telefonei primeiro, ela me ignorou, eu tive que telefonar de novo, mandei mensagens. Ela não queria me ver, eu tive que telefonar pra uma amiga, descobri que não era tão minha amiga. Tive que esperar na porta da casa dela, levei flores, estava chovendo, elas chegaram amassadas. Ela demorou pra voltar e eu peguei no sono na porta, só acordei com ela tentando entrar sem eu perceber.

Continuar lendo

6 Comentários

Arquivado em contos, crise de meia meia idade, Ficção, Nerdices, séries canceladas, Vacilo

Teorias reveladoras sobre programas de TV #12, #13, #14, #15, #16 e #17

dungeons-and-dragons

#12 – No desenho animado Pokémon o personagem principal, Ash, sofre um acidente logo no primeiro episódio, entra em coma e a partir daí toda a história não se passa no mundo real e sim dentro de sua mente. Misty e Brock são aspectos de seu inconsciente que ele usa para trabalhar seus traumas e questões da adolescência, enquanto a presença de seu pai como vilão é uma representação de seus problemas familiares. Pokémon é então, mais do que um desenho sobre criaturinhas que duelam e fazem barulhos engraçados, uma análise aprofundada dos traumas da puberdade e dos problemas da dissolução familiar no oriente.

#13 – Na série Um Maluco no Pedaço, o personagem de Will Smith morre ainda durante a abertura, quando ocorre a briga na quadra de basquete. O motorista do táxi que Will pega em direção a casa de seus tios é na verdade Deus e sua presença na Califórnia é um período de crescimento e evolução espiritual num misto de céu e purgatório, onde ele pode ao mesmo tempo viver suas ilusões de riqueza e superar questões familiares. As aparições de seu pai e sua mãe são esporádicas exatamente por acontecerem apenas quando eles visitam o túmulo de Will. Mais do que uma comédia de costumes a série se torna então uma versão contemporânea da Divina Comédia de Dante, apenas com calças mais largas e mais aparições do Tom Jones.

Continuar lendo

12 Comentários

Arquivado em Televisão, teorias