Arquivo da tag: doenças

Doenças da modernidade: caso #3, a “lesão físico-cognitiva”

contemplative jazz music

A lesão físico-cognitiva: Nome dado a um grupo de lesões de pequena e média gravidade que tem como principais traços em comum o fato de que a) são infligidas pela vítima a si mesma, de maneira involuntária e b) o dano psicológico gerado por elas é sempre tão ou mais sério do que o dano físico. Isso acontece porque sendo quase sempre a lesão resultado de um descuido ou distração, a vítima sofre tanto com a dor física da contusão quanto com a humilhação de saber que é ela mesma a responsável direta ou indireta pelo ferimento, levando a momentos de desequilíbrio emocional, auto-recriminação ou apenas de questionar a própria capacidade de residir sozinha em um ambiente onde também estão presentes lâminas afiadas e caixas metálicas de onde sai fogo.

Abaixo seguem alguns dos mais comuns exemplos de lesão físico-cognitiva:

Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em é como as coisas são, Crônicas, Desocupações, Sem Categoria, Vacilo, Vida Pessoal

Doenças da modernidade: casos #1 e #2

Síndrome de Scott Pilgrim – Uma doença neurológica muito comum entre seres humanos do sexo masculino, mas apenas recentemente catalogada, a Síndrome de Scott Pilgrim afeta a área do cérebro responsável pela memória causando sutis alterações na percepção que uma pessoa tem dos fatos do seu passado.

Quase sempre atuando em suas lembranças ligadas a relacionamentos, ela, através de pequenas mudanças no alinhamento dos eventos ocorridos, faz com que o homem tenha uma visão muito mais favorável das posturas que tomou, ignorando quaisquer desvios éticos ou atitudes imorais que tenha cometido, chegando ao extremo de até mesmo assumir uma postura de vítima diante do término da relação. Traições se transformam em deslizes, falhas viram e acidentes e você começa a acreditar que aquelas garçonetes cobertas de chantilly eram realmente suas primas e aquele perfil falso da sua ex-namorada no Par Perfeito era apenas uma brincadeira sadia que ela, chata como sempre, não entendeu.

Continuar lendo

7 Comentários

Arquivado em crise de meia meia idade, Desocupações, Mundo (Su)Real, teorias