Arquivo da tag: esquisitices

Pequenas lembranças esquisitas da minha infância

A metáfora do galo

Não sei se vocês se lembram, mas existia um desenho um tanto quanto antigo, que passava na Globo, eu acho (ainda que os desenhos hoje em dia mudem de canal na TV aberta o tempo todo, o que me faz admitir abertamente que o Frangolino tem uma vida mais movimentada do que a minha, mas tudo bem) e que tinha como personagem principal um galo. Esse galo era física e intelectualmente um galo (ele fazia “cororicó, por exemplo. Não, não o programa cocoricó, o som cocoricó, cara…) mas as pessoas, no começo do desenho o tratavam como se ele fosse um humano, uma pessoa de verdade, e lhe davam algum tipo de função ou designação tipicamente humana. A de atuar, dirigir, trabalhar como vendedor, motociclista, alguma coisa assim. E diante desse tipo de pressão o galo fica o tempo todo tentando explicar de alguma forma que ele não poderia fazer aquilo porque é um galo e galos não fazem esse tipo de coisa (ou ao menos não deveriam fazer). E ele insiste e insiste, mas as pessoas continuam acreditando piamente que ele é uma pessoa e deve continuar fazendo aquilo que foi pedido pra ele, o que faz com que ele, quase no final do desenho, aceite que realmente é uma pessoa e comece a agir como se fosse uma, aceitando sua nova condição de ser humano. Aí alguém aponta pra ele, grita “um galo!” e todos os outros personagens começam a dar porrada nele.

Continuar lendo

11 Comentários

Arquivado em Vida Pessoal