Arquivo da tag: interbarney

Season finale

E finalmente chegou a hora. Após dois anos de blogagem independente, moleque, marota, malandra, descompromissada, raiz e pé-no-chão, sem basicamente nenhum compromisso com nada além de…então…sem basicamente nenhum compromisso, por assim dizer, o Just Wrapped Up in Books finalmente chega a um importante momento de transição: a sua migração para o Interbarney. Sim, esse mega-processo, já mencionado aqui em diversas outras ocasiões, finalmente será concretizado nos próximos dias, após exaustivas negociações, intensa troca de emails e um demorado processo do CADE acusando Chico Barney de tentar monopolizar em sua empresa uma quantidade excessiva de formadores de opinião na nova internet. Ou talvez eu esteja exagerando um pouco, é possível.

Continuar lendo

25 Comentários

Arquivado em Good News, vida profissional

You gotta go there (to come back)

E sim, eu estou de volta. Como numa música pra baixo do Nando Reis ou como num começo ruim de novela das oito da Globo, aqui estou eu, de volta da Europa e de volta ao blog após esse hiato de quase trinta dias em que sim, amigos, muitas coisas aconteceram. Não, não falo apenas de meus emocionantes momentos no Velho Mundo (que serão totalmente resumidos nos meus próximos dois posts e não num ppt imenso com músicas da Zizi Possi ao fundo, como aquela sua tia chata faria), ou mesmo de minha vitoriosa passagem por Minas, cheia de emoção, sentimentos, relaxamento, reencontros, recomeços e outras coisas com “r” (minha saída da cidade, por exemplo, foi cercada de tantas lágrimas e suspiros da minha mãe que eu realmente cheguei a pensar que havia comprado uma passagem pra Ruanda achando que era pro Rio), mas sim de outros eventos significativos que, assim como naquele filme da Sandra Bullock com o Bill Pullman, aconteceram enquanto nós dormíamos. Vamos a alguns deles.

Continuar lendo

16 Comentários

Arquivado em No News, Vida Pessoal, vida profissional

Publieditoral #12: Olá, vamos falar de coisa boa?

E está chegando o segundo volume da coletânea de contos, com aquele atraso moleque, malandro e maroto que me enche de expectativa e ansiedade, além de um vago nível de paranóia, mas tudo bem. Ao contrário do que a editora havia me dito, ainda não temos um site para a venda do livro (“publicamos mas não colocamos o site de venda no ar” deve ser a versão editorial de “eu gosto de você, mas só como amigo”, não sei). Portanto a venda está sendo feita pelo email da editora mesmo, o belacop@belacop.com.br, através do qual você pode fazer o contato pedindo a sua cópia e possivelmente, se você tiver tempo, também pode mentir dizendo que todo mundo na sua cidade está procurando o livro e ele deveria ter uma distribuição um pouco mais ampla, com cartazes dos autores, coquetéis e possivelmente um parque temático. Mas apenas, como eu disse, se você tiver tempo.

Continuar lendo

12 Comentários

Arquivado em Good News, trabalho, vida profissional