Arquivo da tag: músicas tristes

A mais longa playlist de músicas tristes (ou relativamente tristes) do universo: itens #201, #202, #203, #204 e #205

#201 – Scouting for girls- I’m not over you: De todas as possíveis formas muito, mas muito ruins de ser chutado por alguém – que incluem desde términos na noite do natal, na sua casa, durante a ceia, enquanto você come rabanada, até términos via sms, passando por caminhões de som tocando Djavan na frente do seu trabalho e chegando ao conceito do chute literal como prova de que não, não rola mais, acabou – uma das piores é o não-término. Sim, aquele em que ela não liga, ela não avisa, não te leva pra um restaurante pra dizer que o problema é ela e não você, não diz que espera que vocês possam ser amigos, ela apenas vai embora e não dá notícia. Mais do que apenas terminar contigo, ela salta etapas e finge que nunca aconteceu nada entre vocês dois, te retirando da cronologia da vida dela mais ou menos como a Marvel fez com o Tony Stark adolescente e a DC fez com Beppo, o super-macaco e aquelas histórias esquisitas em que o Batman se vestia de rosa.

Continuar lendo

7 Comentários

Arquivado em Músicas e derivados, Top

A mais longa playlist de músicas tristes (ou relativamente tristes) do universo: itens #354, #355, #356, #357 e #358

#354 – Weezer – Waiting on you: Apesar de uma constante vibe nerd animadinha, o Weezer é uma banda também caracterizada pelas músicas tristes, mas muito tristes, tristes mesmo. E uma das grandes canções pra baixo e focadas totalmente no abandono e na depressão já lançadas pelo grupo de Rivers Cuomo é essa, que tem um dos refrões mais desanimadores já registrados na história da humanidade, algo mais ou menos como “o meu é o mais solitário dos números, e agora é o mais solitário dos tempos, você está 19 dias atrasada, mas ainda assim eu estou sentado esperando”. Se depois de 19 dias você ainda não notou que a questão já deixou de ser um atraso e passou ao limite entre o no-show e o rosto em caixinhas de leite com uma legenda de “desaparecida” logo embaixo, essa canção é pra você.

#355 – Nenhum de nós – Diga a ela: Rock gaúcho é algo conceitualmente triste (algumas vezes no bom sentido, outras nem tanto) e poucas coisas sintetizam tanto a vocação dos pampas para produzir canções que não vão deixar o seu dia melhor do que esse clássico do Nenhum de Nós no melhor estilo“estou fingindo que está tudo bem mas na verdade estou mal pra caramba e preciso que você venha tomar conta de mim porque o momento mais feliz do meu dia é assistir Mr Maker e isso só pode significar que minha vida é uma droga”. Ou algo assim. Fora que todo mundo adora acordeons.*

Continuar lendo

12 Comentários

Arquivado em Músicas e derivados, Sem Categoria, Top

A mais longa playlist de músicas tristes (ou relativamente tristes) do universo: itens #714, #715, #716 e #717

#714 – Snow Patrol – You could be happy: Essa é, sem sombra de dúvidas, uma daquelas músicas que ensinam uma lição. E ainda que possivelmente essa lição seja “não ouça Snow Patrol, cara, isso te faz mal”, nós também podemos tirar daí que se uma música começa com o que parece ser um solo de brinquedo infantil de pendurar no berço as coisas não tendem a se animar muito daí em diante. Por isso “You could be happy” é a versão ultimate plus de todas as músicas acústicas sobre pessoas que ainda se ressentem sobre finais de relacionamento e fez nascer em mim a teoria de que o vocalista do Snow Patrol, assim como Paul, foi substituído por um ator contratado, já que não dá pra escrever uma música dessas sem se matar depois.

Continuar lendo

9 Comentários

Arquivado em Músicas e derivados