Arquivo da tag: pelé

Sobre o dia em que eu tive medo de avião

Eu sempre achei que fosse ter medo de avião. Quer dizer, medo não, pavor. Primeiro pela óbvia periculosidade da idéia – é uma caixa de metal, erguida ao céu por turbinas, deslizando no ar quente, comandada por um cara que sempre tem um sobrenome como “mendonça”, “peçanha” ou “menezes” e sobre a qual só ouvimos falar quando cai – e segundo pela minha óbvia facilidade para ter medo das coisas. Tenho medo de altura, tenho medo de cavalos, tenho medo de lugares fechados, tenho medo de pessoas não tão familiares que  me cumprimentam dando aquele abraço com a cabeça apoiada no ombro, tenho medo de pegar carona e ser obrigado a conversar com o dono do carro. Em suma, se algum dia ocuparem Wall Street pedindo uma melhor divisão do medo dentro da sociedade, eu, com toda certeza, vou estar entre aquele 1% que todo mundo vai criticar por estar concentrando receios demais. Continuar lendo

14 Comentários

Arquivado em é como as coisas são, situações limite, Vida Pessoal

Top 5 – Coisas pra dizer se você falhar na Hora H

Existem várias coisas que todo homem cresce pensando que nunca vão acontecer com ele. Ser atropelado por um rinoceronte laranja, ter que se vestir de castor, abrir a porta de casa e receber de um cara fantasiado de palhaço uma porrada usando uma peça de bacalhau, coisas desse tipo. E outra dessas coisas que você realmente nunca imagina que possam te acontecer é falhar na hora H. É o tipo de coisa que seu pai não te explica, seus tios não comentam e jamais é citado nas aulas de educação sexual, mesmo porque não teria utilidade prática fazer o lance da camisinha na banana com uma banana amassada num prato.

Mas a pior parte é que esse é um daqueles momentos na vida em que nada justifica suas ações, nada. Tal qual um cara que deu uma rasteira na própria mãe, colocou fogo num coala vivo ou foi pra assembléia geral da ONU contar para o representante da Etiópia aquela piada de que o Papai Noel não vai à África porque criança que não come não ganha presente, nada que você diga vai explicar, justificar ou minimizar a situação desagradável. Mas mesmo assim aqui vão cinco recursos clássicos para esse momento que, é claro, nunca aconteceu comigo, mas pode algum dia acontecer com você ou com um primo de um amigo seu.

Continuar lendo

15 Comentários

Arquivado em Crônicas, Mundo (Su)Real, Top