Arquivo da tag: reunião

4 possíveis posturas para sobreviver em reuniões ligadas a assuntos sobre os quais você não entende absolutamente nada

creed

O anotador – E você foi pego de surpresa pela reunião. Um gerente morreu, seis coordenadores foram atropelados, três assistentes precisaram viajar e você, que estava para a escala de presença desse evento mais ou menos como o Alceu Valença está para o trono da Suécia, acabou sendo a única opção razoável para representar a sua área num encontro sobre a nova padronização de blowouts e gushers, para o qual você estaria totalmente preparado, não fosse achar que gusher era um tipo de comida judaica. Sentado na sala você nota que não apenas não conhece as pessoas, não entende do assunto e não sabe o que precisa fazer como também não teve acesso a brochura que todos estão consultando a cada palavra. Desesperado, você pega o caderno e começa a anotar. Sim, anotar. Anota o nome dos participantes, anota o local da reunião, anota o que explicam no quadro, anota os comentários e quando nota que realmente não está entendendo porra nenhuma começa a anotar a marca dos móveis, sua lista de compras e as capitais dos antigos países da União Soviética.

Na semana seguinte comentam com seu chefe o quanto você pareceu interessado e disposto e duas pessoas querem te chamar pra fazer as atas das próximas reuniões.

Continuar lendo

15 Comentários

Arquivado em é como as coisas são, referências, situações limite, teorias, trabalho, vida profissional

Top 5 – Piores problemas com reuniões de trabalho

Os horários: Uma reunião de trabalho é basicamente como um pneu furado, uma traição ou a gravidez da sua filha: não tem hora boa pra acontecer. Mas existem, é claro, as horas ruins, as horas muito ruins, as horas péssimas, as horas malditas, e as horas muquiranamente miseráveis, aquelas onde apenas um total e completo sádico sem amigos, sem família, e sem respeito pela vida humana seria capaz de marcar uma reunião, porque iria atrapalhar os horários, a rotina pessoal e profissional de todos que o cercam. E é exatamente nesse tipo de coisa que você pensa quando está entrando numa sala para uma vídeo-conferência numa quinta-feira, véspera de feriado, às cinco e meia da tarde, sem hora pra terminar.

A reunião de PowerPoint: O pior de todos os tipos de reunião é esse, o de leitura de Power Point.Não existem insights, não existem perguntas, não existem informações, não existem dados extras, não existe nada. Existe apenas o Power Point. E a leitura do Power Point. A leitura calma e minuciosa, palavra por palavra, do Power Point. E claro, isso faria muito sentido (tirar as pessoas de suas mesas para apenas ler em voz alta uma apresentação) numa área da empresa em que as pessoas não fossem alfabetizadas, mas você desconfia que esse não é o caso do seu grupo de trabalho. Mas não, você nunca vai ter coragem de manifestar em voz alta que dava pra só ter mandado isso pras pessoas por email pra poder continuar na sala bebendo café e escrevendo mensagens de celular durante a reunião.

Continuar lendo

11 Comentários

Arquivado em Mundo (Su)Real, Top, trabalho, vida profissional