Arquivo da tag: situações-limite

Sobre o dia em que eu tive medo de avião

Eu sempre achei que fosse ter medo de avião. Quer dizer, medo não, pavor. Primeiro pela óbvia periculosidade da idéia – é uma caixa de metal, erguida ao céu por turbinas, deslizando no ar quente, comandada por um cara que sempre tem um sobrenome como “mendonça”, “peçanha” ou “menezes” e sobre a qual só ouvimos falar quando cai – e segundo pela minha óbvia facilidade para ter medo das coisas. Tenho medo de altura, tenho medo de cavalos, tenho medo de lugares fechados, tenho medo de pessoas não tão familiares que  me cumprimentam dando aquele abraço com a cabeça apoiada no ombro, tenho medo de pegar carona e ser obrigado a conversar com o dono do carro. Em suma, se algum dia ocuparem Wall Street pedindo uma melhor divisão do medo dentro da sociedade, eu, com toda certeza, vou estar entre aquele 1% que todo mundo vai criticar por estar concentrando receios demais. Continuar lendo

14 Comentários

Arquivado em é como as coisas são, situações limite, Vida Pessoal

Outros adendos ao dicionário pessoal de sensações esquisitas

Cena 1

Você está saindo do trabalho e uma garota com uma prancheta te aborda, diz que faz parte de um grupo de pesquisa e pergunta se você pode ajudar respondendo algumas perguntas. Muito adiantado pra uma consulta médica, você diz que sim, ok, tudo bem. Aí ela, entre sem jeito e sem graça, diz que o assunto são hábitos das pessoas na cama. Você respira fundo, luta contra a sua timidez e durante 10 minutos fala sobre sua vida sexual desde que perdeu a virgindade, comentando sobre inseguranças, experiências pessoais e possíveis pontos de melhoria que você nota em si mesmo. Aí a garota diz que apenas trabalha numa empresa de colchões, mas respeita a sua sinceridade e te deseja só coisas boas.

Continuar lendo

11 Comentários

Arquivado em é como as coisas são, crise de meia meia idade, Mundo (Su)Real, situações limite, Vida Pessoal