Arquivo da tag: tópicos avançados

Tópicos avançados em estudos da internet

O paradoxo da opinião compulsória e do conteúdo não-colaborativo: Por conta do advento da interatividade nos meios de comunicação, várias pessoas se sentem obrigadas a emitir opiniões pouco embasadas sobre assuntos que não conhecem ou com os quais não se importam, gerando uma gama imensa de dados pouco ou nada relevantes cuja única função é tornar mais confusa, menos compreensível e vagamente mais engraçada a busca por informações na internet. Com isso cria-se uma espécie de buraco negro de geração de conhecimento, já que pra cada pessoa que usa a internet visando acrescentar conteúdo de qualidade existem 12 outras que querem corrigir o verbete da wikipedia porque confundiram laser com lazer ou que entram no orkut querendo o endereço da loja do submarino porque comprando direto economizam o dinheiro da entrega.

Continuar lendo

12 Comentários

Arquivado em Desocupações, Mundo (Su)Real, teorias

Tópicos avançados em momentos de constrangimento social leve ou moderado

#1 – Você está em algum lugar esperando por alguém e topa com um conhecido. Não um grande amigo, um amigo ou um colega, mas um conhecido, aquela pessoa cujo rosto você recorda vagamente e cujas opções de nome na sua cabeça variam entre Diego, Diogo, Altamiro e Bora Milutinovic, ainda que a última opção esteja realmente correndo por fora nessa. Vocês se cruzam e você, discretamente, dá aquele cumprimento de cabeça seguido de um “opa”, que você separa especialmente para esse tipo de situação, por ser ao mesmo tempo um sinal de reconhecimento (“eu sei quem você é…”) sem necessariamente encorajar qualquer tipo de conversa (“…mas não venha falar comigo”), mas a pessoa pára ao seu lado e te diz oi. Você diz oi. Aí ela pergunta como você está. E você diz que tudo bem e pergunta como ela está. E aí ela diz que tudo bem e fica parada do seu lado. Sim, parada do seu lado, te olhando com uma expressão que é a versão humana da cara do Odie (olhos arregalados, boca entreaberta e sorridente, aparência assustadoramente amigável). Os próximos cinco minutos serão, com certeza, aterradores.

Continuar lendo

11 Comentários

Arquivado em Mundo (Su)Real